Acesso Rápido

    Poupança em 2021: quanto rende? Vale a pena investir?

    Poupança em 2021: quanto rende? Vale a pena investir?

    A caderneta de poupança é aplicação financeira mais popular do Brasil. Contudo, o que poucos sabem é que sua rentabilidade da conta poupança em 2021 depende do cenário econômico do país, isto é, da taxa básica de juros Selic.

    Assim, diante do atual cenário de mínima histórica na taxa Selic, ter dinheiro na poupança em 2021 pode não ser mais vantajoso. Ou seja, é importante conhecer outras alternativas de investimento para saber se vale a pena continuar na poupança.

    Qual será o rendimento da poupança em 2021?

    Por certo, é fundamental acompanhar as taxas de juros do país para entender quanto rende a poupança em 2021 e se vale a pena investir.

    Desde 2012, a rentabilidade da poupança está atrelada ao desempenho da Taxa Selic, Ou seja, o rendimento da caderneta de poupança em 2021, assim como acontece desde 2012, acompanha a taxa básica de juros da economia (Selic).  

    Desse modo, a regra da rentabilidade da poupança é:

    • Quando a Taxa Selic estiver igual ou abaixo de 8,5% ao ano a poupança rende 70% da Selic mais TR;
    • Quando a Taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano a poupança rende 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR).

    Cabe ressaltar que já faz um tempo que a taxa referencial se encontra zerada, por isso, atualmente a poupança rende 70% da taxa Selic.

    Como a taxa Selic vai influenciar a poupança em 2021?

    A taxa Selic é a taxa básica de juros da economia e ela impacta diretamente da rentabilidade da maioria dos investimentos de renda fixa. Ou seja, assim como a poupança, o retorno de outros ativos também acompanha o desempenho da Selic.

    Assim, a expectativa do Banco Central é de que a Taxa Selic em 2021 atinja o patamar de 2,5% ao ano. Logo, considerando esse cenário, a poupança em 2021 renderia algo em torno de 1,75% ao ano.

    Entretanto, até o mês de novembro do ano de 2020 a taxa Selic é de 2% a.a Nesse cenário Nessa situação, a poupança rende 70% da Selic, o que significa um rendimento anual de 1,4% mais a TR, que atualmente está em zero.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Vale a pena investir na poupança em 2021?

    Por certo, há muitos motivos para afirmar que deixar o dinheiro na poupança não é uma boa opção. Primeiramente, com a taxa básica de juros Selic no menor patamar histórico, a rentabilidade da poupança é muito baixa quando comparada a outros investimentos.

    Além disso, a rentabilidade só acontece na ”data de aniversário” da poupança. Ou seja, se o investidor retirar o dinheiro antes deste período não terá rendimento.

    Por fim, a situação pode ficar ainda pior quando se leva em conta o desempenho da inflação no período. Isto é, ao descontar o efeito da inflação sobre a rentabilidade, o rendimento real pode ser negativo. Desse modo, juntar dinheiro na poupança é como colocar embaixo do colchão.

    Assim, essas são as principais desvantagens da poupança em 2021:

    • Baixa rentabilidade;
    • Retorno é obtido apenas se respeitar a ‘’data de aniversário’’ da aplicação;
    • Incompatível com a inflação.

    Logo, não faz sentido deixar o dinheiro parado na poupança quando existem opções que são tão seguras quanto e que pagam uma rentabilidade melhor.

    Como sair da poupança em 2021?

    Quem tem dinheiro guardado e formou uma reserva de emergência já conseguiu completar o primeiro passo do planejamento financeiro. Mas que, esse valor esteja aplicado na poupança.

    Entretanto, diante de todos os pontos negativos da poupança em 2021, é importante identificar quais os melhores investimentos de acordo com o perfil de risco. Assim, antes de fazer o primeiro investimento é essencial identificar o nível de tolerância ao risco.

    Isto é, muitas vezes o investidor desconhece outras modalidades de investimento e por isso acaba deixando o dinheiro na poupança. Ou seja, não necessariamente ele possui um perfil conservador.

    Por exemplo, para um investidor de perfil conservador, uma opção seria canalizar os recursos da poupança em investimento de renda fixa. Já para quem possui um perfil mais arrojado, o universo da renda variável cai muito bem a esse investidor.

    Então, ao descobrir qual é o seu perfil de investidor fica mais claro identificar o caminho qual caminho seguir e onde investir.

    Guia de Investimento em Renda Fixa

    Invista com segurança e rentabilidade: baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça as principais opções de investimento em Renda Fixa!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Investimentos para sair da poupança em 2021

    Agora que você já entendeu que não vale a pena aplicar seu capital na poupança, precisa ir atrás de boas oportunidades de investimentos.

    Para te ajudar nessa tarefa, selecionamos algumas aplicações que podem oferecer um retorno melhor para o seu dinheiro sem deixar de lado a segurança.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é um título público federal que o retorno é atrelado a taxa Selic. Então se a Selic for de 2% a.a, o Tesouro Selic vai pagar aproximadamente isso. 

    Na prática, quando o investidor adquire um título do Tesouro Selic, ele empresta dinheiro para o governo em troca de uma rentabilidade. Desse modo, o governo federal é o emissor do título por isso, o risco de o emissor desonrar o pagamento é muito pequeno.

    O Tesouro Selic é acessível ao pequenos investidores, já que é possível adquirir esse título a partir de R$100,00 aproximadamente.

    Apesar de todas essas vantagens, vale destacar que o Tesouro Selic sofre tributação do Imposto de Renda e IOF. Com taxas de tributação que variam entre 22,5% a 15%, a depender do período da aplicação. Assim, o investidor precisa levar essa informação em conta antes de optar pelo Tesouro Selic.

    Certificado de Depósito Bancário (CDB)

    Os Certificados de Depósito Bancário (CDB) são títulos emitidos por bancos com o objetivo de captar recursos para financiar as atividades da Instituição financeira.

    Desse modo, o CDB é um investimento de renda fixa, assim como o Tesouro Selic. Contudo, nesse caso, o investidor empresta dinheiro para um banco, em troca de uma remuneração – também conhecida como o poder dos juros compostos.

    Quanto ao prazo de resgate, existem duas possibilidades ao investidor:

    O ideal é que o investidor busque por um CDB que pague uma rentabilidade acima de 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Afinal, esse título sofre a tributação do Imposto de Renda e IOF assim como o Tesouro Selic.

    Por fim, os CDBs também contam com a cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Desse modo, assim como a poupança, ele apresenta garantia de R$250 mil por CPF e por instituição.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    LCIs e LCAs

    As letras de crédito – imobiliária (LCI) ou do agronegócio (LCA) são títulos de renda fixa emitidos por bancos com o propósito de captar dinheiro para financiar operações do setor imobiliário e do agronegócio.

    São aplicações consideradas seguras e acessíveis aos investidores. Além disso, são isentas de Imposto de Renda para pessoas físicas, assim como a poupança e contam com garantia do FGC.

    Contudo, no que se refere a liquidez, é preciso observar se o resgate é apenas no final do contrato ou se é possível reaver o valor a qualquer momento.

    Dessa maneira, independentemente do perfil, a regra é clara: diversifique seus investimentos! Ou seja, vale seguir aquela velha máxima de não colocar todos os ovos em uma cesta só.

    Assim, o investidor não corre o risco de concentrar todo o capital em um investimento e perder 100% do dinheiro, em uma situação extrema.

    Em conclusão, não vale a deixa investir na poupança em 2021, existem diversos investimentos acessíveis aos investidores e que podem apresentar maior rentabilidade. Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *