Acesso Rápido

    Onde investir na crise: conheça as melhores opções

    Onde investir na crise: conheça as melhores opções

    Onde investir na crise é um questionamento que muitos investidores fazem, pois desejam ter seu patrimônio protegido.

    Dessa forma, é preciso fazer uma minuciosa análise fundamentalista para saber de forma mais precisa onde investir na crise.

    Onde investir na crise?

    Para saber onde investir na crise, é preciso entender as razões dela e o que se pretende com ela. A crise é o momento para buscar o máximo de proteção e encontrar oportunidades.

    De fato, uma das maiores dúvidas dos investidores é saber onde investir na crise. Afinal, esse é um momento delicado que exige uma análise mais criteriosa.

    Sendo assim, ativos de renda fixa, moedas fortes, ouro, são ativos que se tornam mais procurados nesses momentos, pelo fato de proporcionar mais segurança para o investidor.

    Além disso, entender onde investir para não perder dinheiro e aproveitar uma crise econômica para investir melhor é fundamental quando se pensa no longo prazo.

    Renda Fixa

    A renda fixa é usada para a reserva de emergência nesses tempos. Afinal, ela possui a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) em alguns investimentos como o CDB.

    Títulos do Tesouro amparados na inflação como o IPCA+ também se tornam mais cobiçados agora para proteger o capital da perda do poder de compra.

    Ou seja: enquanto a inflação do país se eleva, a rentabilidade desses títulos também aumenta. Isso faz com que o investidor mantenha a rentabilidade sobre seu capital.

    Portanto, essa é uma boa estratégia para aqueles que querem fazer investimentos de médio a longo prazo e querem garantir que não perderão poder de compra ao longo desse período.

    No entanto, é preciso no momento de investir em renda fixa, avaliar a liquidez do investimento, buscando opções de resgate mais curto.

    Dólar

    O dólar é considerado a moeda mais forte do mundo. Por isso, ele tende a ter um aumento na procura em época de crise. Dessa forma, moedas locais tendem a se desvalorizar nesse momento.

    De fato, isso acontece porque, numa crise generalizada, investidores de todo mundo alocam seu dinheiro nos locais mais seguros para evitar perdas maiores. E o dólar consiste na reserva mundial.

    Investir parte da carteira em ETF´s é uma forma de investir em dólar. Pois, existem ETF´s negociados na Bolsa de Valores brasileira que possuem a sua variação em índices como o S&P 500, composto por 500 ativos da Bolsa Americana.

    Além disso, há a possibilidade de investir em dólar através de fundos cambiais ou comprando dólar diretamente. Nesse caso, é preciso estar atento às taxas na conversão das moedas.

    Ouro

    Outro ativo que também é muito procurado durante a crise é o ouro. A melhor maneira de investir em ouro atualmente é por meio de ETF´s de ouro ou por fundos de ouro.

    Também há a possibilidade de se investir em contratos futuros de ouro ou até mesmo comprar barras de ouro. No entanto, essa última opção é menos viável logisticamente, uma vez que é preciso cuidar diretamente para que esse ouro permaneça seguro.

    De fato, desde que o dólar e muitas outras moedas deixaram de usar o padrão-ouro, esse metal precioso tem aumentado constantemente de valor em relação às moedas, uma vez que o aumento da base monetária tem aumentado drasticamente ao longo dos anos.

    Portanto, como o ouro é um bem muito mais escasso do que as moedas, esse é um ativo que tende a se valorizar ao longo do tempo. Assim, pode caber em uma estratégia diversificada de investimentos.

    Bolsa de Valores

    A Bolsa de Valores costuma ter uma fuga de capital na crise. No entanto, isso não quer dizer que não seja o momento para se comprar ações.

    O pânico que se instalou no mercado financeiro gerou uma corrida por vendas de ações. No entanto, setores como o de tecnologia e e-commerce, se valorizaram na sequência.

    Assim, houve o melhor momento para compras dessas ações, que, uma vez que tenha passado a crise, tendem a se valorizar e a gerar elevadas rentabilidades para os seus investidores no longo prazo.

    Por fim, existem também empresas de setores mais tradicionais (conhecidas como empresas de valor), como o de bancos, energia elétrica, infraestrutura e commodities, que costumam ter um desempenho melhor em crises.

    De fato, o importante ao investir na bolsa de valores é olhar para o fundamento das empresas e investir nelas para o longo prazo, aproveitando sempre que possível boas oportunidades de compra por preços atraentes.

    Guia completo do investidor iniciante Descubra como esse Guia está tirando clientes do vermelho e fazendo com que se tornem bons investidores:
    Guia completo do investidor iniciante

    Qual a importância de investir em um momento de crise?

    A crise é um dos momentos mais delicados para investir. Por isso, a maioria dos investidores busca ativos mais seguros para se proteger.

    No entanto, é também na crise que surgem as melhores oportunidades, como a compra de ações por preços bem abaixo do mercado.

    Afinal, com a fuga de capitais há mais oferta do que procura pelos títulos das empresas fazendo-os caírem no curtíssimo prazo. Isso diminui o valor das ações e permite que investidores com caixa façam bons aportes.

    A principal vantagem de investir na crise é que é agora é possível encontrar oportunidades de ações com preços mais baixos.

    Ou seja: é possível comprar ótimas empresas com bons preços e se beneficiar no longo prazo com a sua valorização.

    No entanto, é também nesse momento que empresas mais alavancadas costumam perder a liquidez, tornando o investimento mais arriscado. Portanto, é preciso entender os fundamentos das empresas em que se está investindo.

    Por isso, é crucial a análise fundamentalista no momento de investir na crise, para entender a solidez da empresa e a perspectiva dela superar o momento.

    Assim, de nada adianta ver a oportunidade em uma crise e não conseguir se posicionar. Por isso é bom ter um portfólio com diversificação, com dinheiro em caixa e renda fixa para aproveitar oportunidades.

    Vale a pena investir em um momento de crise financeira?

    O investimento em um período de crise financeira vale a pena desde que o investidor se prepare para isso, buscando mais informações e análises no mercado.

    Afinal, nesse momento surgem diversas oportunidades, mas também é onde há mais riscos de falência e perda de capital por causa de erros nos investimentos.

    Ou seja, o investidor que possuir uma reserva de emergência e ver essa oportunidade, pode se aproveitar dos baixos preços para comprar boas empresas com preço descontado e construir seu patrimônio mais rapidamente.

    Entretanto, é necessário fazer uma gestão de risco e cuidar para não comprar empresas muito alavancadas (que podem falir nesses momentos desafiadores).

    Foi possível entender onde investir na crise? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas suas redes sociais.

    Perguntas frequentes sobre onde investir na crise
    Onde investir na crise?

    Na crise, é recomendável investir tanto em ativos mais seguros (como em renda fixa, dólar e ouro) quanto aproveitar para comprar ações de boas empresas com desconto.

    Quais são as vantagens e riscos de investir na crise?

    Primeiramente, é possível aproveitar para comprar ações com preço descontado, que podem se valorizar e multiplicar seu capital com o tempo. Entretanto, é preciso ficar atento para empresas alavancadas e com maus fundamentos, que podem falir nesses períodos.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *