Acesso Rápido

    NAFTA: o que é? Como funciona esse bloco econômico?

    NAFTA: o que é? Como funciona esse bloco econômico?

    Não é de hoje que os países fazem acordos entre si com um determinado objetivo, como é o caso do NAFTA. Em geral, são acordo entre blocos econômicos para facilitar algumas transações comerciais, exportação e reduzir impostos.

    Sendo assim, o NAFTA acaba fortalecendo a relação entre os países membros, além de consolidar o livre comércio.

    O que é o NAFTA?

    O NAFTA, sigla para North American Free Trade Agreement, é um dos acordos de livre comércio mais importantes do planeta.

    Pode-se dizer que o NAFTA, também conhecido como Acordo de Livre Comércio da América do Norte, é um bloco econômico que tem como objetivo reduzir as barreiras comerciais entre três países, Estados Unidos, Canadá e México.

    Entretanto, apesar de não abranger uma quantidade grande de países, sua representatividade no que tange ao montante comercializado é bastante significativa.

    Quando surgiu o NAFTA?

    A criação do bloco norte americano se deu no ano de 1993, porém só entrou em funcionamento a partir de 1° de janeiro de 1994.

    A formação desse bloco econômico surgiu como uma tentativa de competir com a União Européia (UE), bloco constituído por diversos países europeus e que demonstrou ser um enorme sucesso para as nações envolvidas.

    Além disso, outra finalidade da criação do NAFTA é estimular a atividade econômica entre os países envolvidos, reduzindo taxas e cargas tributárias em suas negociações.

    Sendo assim, isso acaba favorecendo o intercâmbio de produtos relacionados à agricultura, têxteis e automotivos, entre outros.

    Como funciona o NAFTA?

    Desde o seu início do acordo de Liberalização Econômica, muitos economistas se encontravam preocupados que esse acordo resultaria em uma migração dos empregos dos EUA para o México.

    Porém, depois da facilitação de comercio provocada pela abertura, muitas empresas da indústria automobilística mudaram suas plantas industriais para o México.

    Dessa forma, muitos são os críticos com relação com relação a acentuada dependência econômica do México em relação aos EUA na dinâmica desse bloco econômico.

    Para os EUA, por exemplo, cerca de um quarto de todas as importações de petróleo, máquinas, ouro, veículos, alimentos processados, entre outros são originários do Canadá e México.

    Além disso, esse bloco econômico representa uma acentuada diferença negativa nas balanças comerciais entre os dois países envolvidos.

    No entanto, não é possível dizer que o NAFTA tenha sido o único culpado pelo movimento da indústria, tendo em vista que fatores internos, como impostos também devem ser levados em consideração.

    Desse modo, de maneira geral, foi possível observar que esse acordo de livre comércio tem gerado muitos empregos e crescimento econômico aos países.

    Para que serve o NAFTA?

    O Acordo de Livre Comércio da América do Norte surgiu com diversos objetivos, seguindo a tendência de criar acordos entre países por conta da globalização.

    Sendo assim, os principais objetivos do NAFTA são:

    • Desenvolver mecanismos que defendam a propriedade intelectual produzida pelos países membros do NAFTA;
    • Fim de barreiras alfandegárias;
    • Eliminar as barreiras comerciais entre os países constituintes.

    Isto é, o fim das barreiras alfandegárias é um ponto de muita importância pois facilita a troca comercial entre os países, uma vez que menos tributação estimula a economia.

    Por fim, o último objetivo é eliminar as barreiras comerciais entre os países que constituem o North American Free Trade Agreement.

    Qual é a diferença entre o NAFTA e a União Europeia?

    Ao contrário do que acontece com a União Europeia, esse acordo norte americano não possui uma moeda única em circulação, além de não permitir o livre trânsito entre os cidadãos dos países envolvidos.

    Desse modo, é possível dizer que, entre os benefícios do NAFTA, está o estreitamento das relações econômicas, diferentemente da União Europeia, onde há uma aproximação social também..

    A livre circulação de pessoas, sobretudo entre os EUA e México é um fato impensável tendo em vista a acentuada diferença de qualidade de vida entre os países constituintes.

    Além disso, o México é bastante dependente dos EUA, apresentando, contudo, uma grande desvantagem em relação à balança comercial. Isso porque o México importa produtos de valor agregado muito superiores aos que eles exportam para os EUA.

    Portanto, apesar de muitas críticas é preciso destacar que a existência do NAFTA tem contribuído para o crescimento da economia dos países-membros, gerando mais postos de trabalho e produtos com menores preços.

    Ainda possui dúvidas sobre o funcionamento do NAFTA? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Marselo 27 de outubro de 2021

      Como que um país entra no Nafta?

      Responder