Acesso Rápido

    Morning Call: Dólar, Banco Inter e Stone, Mudanças tributárias, Vagas de Emprego e Inflação

    “Não existem dias ruins no mercado. Quando o mercado está em queda, existem barganhas. Quando o mercado está em alta, as barganhas não existem, mas você está rico”.

    Bruce Greenwald

    Evolução da porcentagem das transações realizadas via PIX em comparação com TED + DOC

    O que aconteceu nas últimas 24 horas?

    Dólar

    A moeda norte-americana registrou uma baixa de 0,56%, encerrando a segunda-feira (24/05) negociada a R$ 5,3240.

    • Após acumular uma alta de 1,56% na semana passada, o dólar inicia esta semana em movimento de desvalorização.
    • O cenário exterior foi negativo para o dólar. Em meio a preocupações com a alta da inflação dos EUA, a moeda teve uma desvalorização generalizada frente aos emergentes
    • O movimento de desvalorização global do dólar ofuscou um cenário doméstico problemático no âmbito fiscal, com a possível criação de uma PEC para estender o pagamento do auxílio emergencial.
    • Já o Ibovespa teve uma alta de 1,17%, superando a marca dos 124 mil pontos pela primeira vez desde janeiro e fechando a segunda-feira aos 124.031,62 pontos.

    Banco Inter e Stone

    Na segunda-feira (24/05), a Stone informou um investimento de R$ 2,5 bilhões no Banco Inter (BIDI11).

    • O Banco Inter informou que realizará uma oferta subsequente de ações (follow-on), que terá a Stone como principal compradora.
    • A Stone adquirirá o equivalente a R$ 2,5 bilhões em ações ordinárias ou units do banco, passando a deter uma posição de 4,99% do capital social e garantindo uma posição no Conselho de Administração da companhia.
    • Além disto, o Banco Inter também publicou outro comunicado informando que buscará listar suas ações na bolsa americana Nasdaq, passando a negociar na B3 apenas por meio de BDRs.
    • Em meio às notícias divulgadas, as units do Banco Inter (BIDI11) tiveram uma valorização de 24,83% na segunda-feira.

    Mudanças tributárias

    O Ministério da Economia tem uma proposta para a mudança na tributação de dividendos e outros proventos.

    • De acordo com a matéria veiculada no Valor Econômico, o ministério tem proposta para acabar com o pagamento de proventos por meio de Juros Sobre Capital Próprio (JCP).
    • Além disso, o Ministério da Economia está estudando uma possível taxação de 15% na distribuição de dividendos.
    • A proposta prevê que o imposto sobre dividendos, que atualmente não é cobrado, possa chegar até o patamar de 20%, iniciando aos 15%.
    • Por outro lado, a proposta planeja uma redução do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) dos atuais 15% para 10%, em um movimento gradual no período de dois anos.

    Estímulos fiscais injetados em diferentes países como uma porcentagem do PIB nominal

    O que você deve saber hoje

    Vagas de Emprego

    O índice de evolução de emprego CAGED será divulgado hoje.

    O índice traz os números de vagas de emprego que foram criadas com carteira assinada no mês passado.

    Inflação

    IPCA – 15 (Índice de preço ao consumidor amplo) será divulgado hoje.

    • O índice mede a variação de um conjunto de preços de bens e serviços habituais de uma família durante um determinado período.
    • Ele compara o custo de aquisição de uma seleção de produtos finais e serviços com o custo da mesma seleção em um período anterior determinado.