Acesso Rápido

    Fundos de criptomoedas: entenda o que é e se vale a pena investir?

    Fundos de criptomoedas: entenda o que é e se vale a pena investir?

    Muitos investidores têm interesse em diversificar os investimentos e alocar parte dos recursos em ativos como as moedas digitais. Assim, uma das opções disponíveis são os fundos de criptomoedas.

    Esses fundos de criptomoedas, surgem no mercado de capitais como alternativa para investidores que desejam ter parte do seu capital investido em criptoativos.

    O que são fundos de criptomoedas?

    Os fundos de criptomoedas são fundos de investimentos que possuem criptomoedas na sua composição. Grande parte deles tem uma parte do portfólio para a renda fixa e outra parte para a aplicação em criptoativos.

    Quanto maior é a exposição do fundo em criptomoedas, maior é o risco. Boa parte dos fundos disponíveis no mercado costumam ter em sua composição 20% de criptoativos e 80% de renda fixa.

    Como funcionam os fundos de criptomoedas?

    Os fundos de criptoativos funcionam da mesma forma que os fundos de investimento em geral. Ou seja, são disponibilizados por uma corretora ou banco com algumas regras, como investimento mínimo, por exemplo.

    Quem deseja investir neste tipo de fundo precisa respeitar essas regras bem como avaliar se o fundo escolhido é condizente com o risco que se pretende correr. Isso é importante principalmente para investidores iniciantes.

    A principal característica dos fundos de criptomoedas é que uma parte dele é destinado para o DeFi, ou seja, é investido em criptomoedas como o Bitcoin. Além disso, outra parte é alocada em renda fixa.

    Alguns fundos de criptomoedas possuem uma exposição maior ao risco, alocando um percentual maior para as moedas digitais ao passo que outros fundos possuem um percentual menor de exposição, minimizando o risco.

    Quais as vantagens e desvantagens dos fundos de criptomoedas?

    Uma das principais vantagens dos fundos de criptomoedas é a possibilidade de investir em moedas digitais, porém de forma passiva.

    Além disso, investidores que possuem pouco conhecimento sobre o mercado de criptomoedas também podem acessa-lo através dessa modalidade.

    No entanto, a desvantagem desse tipo de ativos está na sua exposição ao risco. Afinal, a oscilação na cotação das criptomoedas é alta.

    Até porque, grande parte delas possui o seu valor baseado na lei da oferta e demanda, e isso pode se alterar de um dia para o outro, o que aumenta o risco.

    Como investir em fundos de investimento de criptoativos?

    Quem deseja investir neste tipo de fundo de investimento primeiro precisa avaliar qual é o seu perfil como investidor e seus objetivos com essa aplicação financeira.

    Afinal, essa modalidade de investimento não é indicado para quem tem um perfil conservador, sendo que, segundo os especialistas, é ideal para investidores com perfil mais arrojado.

    Após essa análise é preciso encontrar alguma corretora ou banco de investimentos que ofereçam esses tipos de fundos. No Brasil já existem diversas instituições atuando nessa área.

    Alguns desses tipos de fundo são destinados para investidores qualificados que possuem mais capital para investir. No entanto, existem também opções para começar com pouco recurso.

    Foi possível entender o que são fundos de criptomoedas? Então deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta matéria com seus amigos nas suas redes sociais.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *