10 Profissões que Serão Impactadas pela Inteligência Artificial

A inteligência artificial (IA) está revolucionando o mundo como o conhecemos. Desde o lançamento do ChatGPT em 2022, a IA tem sido utilizada para uma variedade de tarefas, desde a escrita de textos até a realização de entrevistas de emprego.

No entanto, essa revolução tecnológica também traz consigo a possibilidade de mudanças significativas no mercado de trabalho.

Neste artigo, exploraremos dez profissões que podem ser impactadas pela IA e discutiremos como os profissionais podem se adaptar a essas mudanças.

1. Tecnologia (Criador de código, programador, engenheiro de software, analista de dados)

A IA, como o ChatGPT, tem o potencial de automatizar tarefas de codificação e programação. Isso significa que ela pode criar linhas de código mais rapidamente do que os humanos, o que pode afetar profissionais como desenvolvedores de software, programadores de computador e cientistas de dados. 

No entanto, é importante lembrar que a IA é apenas uma ferramenta. Ela não possui a criatividade e a capacidade de resolução de problemas que os humanos têm. Portanto, os profissionais da tecnologia podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em habilidades que a IA não pode replicar, como a resolução criativa de problemas e o pensamento crítico.

2. Mídia (publicitário, criador de conteúdo, redator, jornalista)

A IA tem a capacidade de escrever, ler e compreender dados no formato de texto, o que pode impactar profissionais que trabalham com criação de conteúdo, como publicitários, redatores e jornalistas. 

Porém, a IA ainda não é capaz de replicar a criatividade e a perspicácia humana. Portanto, os profissionais da mídia podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em criar conteúdo original e envolvente que a IA não pode replicar.

3. Direito (assistente)

A IA pode ser usada para sintetizar grandes quantidades de informação e transformá-las em resumos mais fáceis de compreender, o que pode afetar assistentes jurídicos e outros profissionais do campo do Direito. 

A IA, entretanto, não pode replicar o julgamento humano e a compreensão profunda da lei. Portanto, os profissionais do direito podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em desenvolver uma compreensão mais profunda da lei e em aprimorar suas habilidades de julgamento.

4. Analista de mercado

A IA é excelente para analisar dados e prever cenários, o que pode impactar analistas de mercado que coletam dados e identificam tendências para criar campanhas de marketing mais efetivas.

Por outro lado, a IA não pode replicar a intuição humana e a compreensão do comportamento do consumidor. Portanto, os analistas de mercado podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em entender melhor o comportamento do consumidor e em desenvolver estratégias de marketing mais eficazes.

5. Professor

A IA, como o ChatGPT, já está sendo usada para ajudar os alunos com a lição de casa, o que pode eventualmente impactar o papel dos professores. No entanto, a IA não pode replicar a interação humana e a capacidade de motivar e inspirar os alunos. 

Dessa forma, os professores podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em desenvolver uma relação mais forte com os alunos e em criar um ambiente de aprendizado mais envolvente.

6. Finanças (analista, consultor financeiro)

A IA pode ser usada para detectar tendências e indicar quais investimentos estão dando melhor retorno, o que pode impactar analistas financeiros e consultores. O que a Inteligência Artificial ainda não pode replicar é o julgamento humano e a compreensão do mercado financeiro. 

Por isso, os profissionais de finanças podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em desenvolver uma compreensão mais profunda do mercado financeiro e em aprimorar suas habilidades de julgamento.

7. Trader

A IA tem o potencial de automatizar tarefas que atualmente são realizadas por traders, como a análise de planilhas de Excel. A intuição e o feeling de mercado, por outro lado, seguem sendo habilidades ainda exclusivas dos seres humanos. 

Os traders podem se adaptar a essa mudança concentrando-se em desenvolver uma compreensão mais profunda do mercado e em aprimorar suas habilidades de tomada de decisão.

8. Designer gráfico

A IA, como o DALL-E da OpenAI, pode criar imagens em segundos, o que pode impactar a indústria de design gráfico. No entanto, a IA não pode replicar a criatividade humana e a compreensão do design. Há mais no trabalho do designer gráfico do que “fazer uma arte”, e nem sempre a noção de branding está alinhada com um gerador automático de imagens.

Portanto, os designers gráficos podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em desenvolver um estilo de design único e em aprimorar suas habilidades criativas.

9. Contador

A IA pode processar dados de forma mais rápida e gerar relatórios com precisão, o que pode impactar a profissão de contador. No entanto, a IA não pode replicar o julgamento humano e a compreensão das finanças. 

Observar padrões e oportunidades segue sendo uma das vantagens dos contadores. Concentrar-se em desenvolver uma compreensão mais profunda das finanças e em aprimorar suas habilidades de julgamento pode ser um bom caminho para se manter relevante.

10. Atendimento ao cliente

Os chatbots, uma forma de IA, estão se tornando cada vez mais comuns no atendimento ao cliente, o que pode impactar essa profissão. É o caso da ferramenta mais comum do mercado, o ChatGPT.

No entanto, a IA não pode replicar a interação humana e a capacidade de entender e responder às emoções humanas. Portanto, os profissionais de atendimento ao cliente podem se adaptar a essa mudança, concentrando-se em desenvolver habilidades de comunicação mais fortes e em entender melhor as emoções humanas.

Conclusão

Embora a IA tenha o potencial de impactar essas profissões, é importante lembrar que a tecnologia é uma ferramenta que pode aumentar a produtividade e a eficiência. O julgamento humano ainda é essencial em muitas dessas profissões, e a IA deve ser vista como uma assistente, não como uma substituta. Ao se concentrar em desenvolver habilidades que a IA não pode replicar, os profissionais podem garantir que permanecerão relevantes no mercado de trabalho do futuro.

ACESSO RÁPIDO
    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    5 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Sam 27 de julho de 2023

      Professores e jornalistas são dispensáveis, creio eu.

      Responder
    • Fernando Silva 3 de dezembro de 2023

      Todos os que tem poder de decisão no mundo das tecnologias da IA devem lembrar-se sempre do futuro que desejam deixar ás suas descendencias mais queridas como, filhos,netos,bisnetos e por aí fora… Não deixem nunca á IA poder decidir e tomar resoluções que permitam controlar a inteligencia dos seres humanos porque somos interdimensinais, tudo vivemos, sentimos, vemos, ouvimos e sobretudo amamos…

      Responder
      • Pedro schering 31 de janeiro de 2024

        Certamente são autômatos de seres superiores. IA é apenas uma meta criação de consciência.

        Responder
    • Sandra Buarque de Macêdo 23 de janeiro de 2024

      Substituir professora é o mais preocupante!

      Responder
    • Pedro schering 31 de janeiro de 2024

      Professores já são substituídos pelas AVA, a sorte são os alunos necessitados de atenção particular.

      Responder