Acesso Rápido

    Criação de riqueza: conheça as principais formas de gerar mais renda

    Criação de riqueza: conheça as principais formas de gerar mais renda

    A criação de riqueza por um indivíduo pode acontecer em diversas esferas de sua vida: profissional, intelectual, espiritual e, principalmente, financeira. Neste último caso, a riqueza é criada com o aumento na disponibilidade de recursos financeiros ao longo do tempo.

    Apesar de parecer simples, a criação de riqueza financeira não é uma tarefa tão fácil assim. Todavia, conhecer as formas de desenvolver essa riqueza vale muito a pena, já que a abundância de recursos traz diversos benefícios, como conforto, segurança e fartura.

    O que é a criação de riqueza?

    A criação de riqueza envolve o conjunto de técnicas e estratégias para gerar mais recursos financeiros para um indivíduo ou para uma empresa. Por isso, grande parte dos seus métodos podem ser aplicados tanto para a pessoa física quanto para a pessoa jurídica.

    Vale destacar que ao contrário do que muitas pessoas pensam, a riqueza no mundo não é algo limitado. Em outras palavras, os recursos financeiros somados não representam uma quantia fixa que é distribuída entre os agentes econômicos.

    Analogamente, a economia não funciona como uma pizza de tamanho limitado que é distribuída em pedaços desiguais. Caso fosse assim, quanto maior fosse a população mundial, maior seria a pobreza — já que uma mesma quantia seria repartida entre mais pessoas.

    Como essa situação não ocorre e nunca ocorreu na prática, é preciso saber exatamente como funciona a criação de riqueza.

    Como funciona a criação de riqueza?

    Conforme foi exposto, a riqueza mundial não é algo estático, mas uma variável econômica. Assim, devido à criação de riqueza, foi possível nas últimas décadas e séculos acontecer simultaneamente um aumento populacional e uma elevação do PIB (Produto Interno Bruto) per capita.

    Abaixo, é possível conferir o gráfico que mostra o aumento ao longo do tempo do PIB mundial (riqueza mundial) ao passo que a pobreza mundial se reduzia:

    criação de riqueza

    O aumento populacional ocorrendo em simultaneidade com a redução da pobreza só foi possível devido ao processo de criação de riqueza. Com ele, o PIB mundial pode crescer e ser distribuído, mesmo que desigualmente, reduzindo a pobreza.

    Esse processo de criação de valor só é possível devido ao desenvolvimento da humanidade como um todo. Sendo que isto inclui, por exemplo:

    • O aumento da produtividade nos fatores de produção;
    • O desenvolvimento intelectual da mão de obra;
    • A criação de novos produtos e serviços;
    • O desenvolvimento de tecnologias.

    Empresas como a Microsoft, a Apple e o Google são excelentes exemplos de criação de riqueza para a sociedade. A Microsoft, por exemplo, gera uma maior produtividade com seus softwares do Pacote Office, como o Excel e o Word.

    A Apple, por sua vez, foi capaz de integrar diversos dispositivos em um só, com a criação do primeiro Smartphone, dispositivo presente na vida de grande parte da população. Já o Google foi capaz de revolucionar o acesso à informação de qualidade com seu buscador e com o Google Maps. Todos estes eventos contribuem com a criação de riqueza.

    Como aumentar a criação de riqueza?

    Entendendo melhor como funciona o processo de geração de valor, muitos podem se questionar: mas como aumentar a criação de riqueza no âmbito pessoal? Isto é, sem ser uma grande empresa, mas um indivíduo na economia.

    Para isso, existem dois principais caminhos: a criação de riqueza no trabalho e a criação de valor nos investimentos. Abaixo, um pouco mais sobre cada uma dessas opções, as quais devem ser praticadas, inclusive, de maneira simultânea.

    Criação de riqueza no trabalho

    A criação de riqueza no trabalho é aquela que pode surtir efeitos de maneira mais rápida, já que dependem de eventos que podem ocorrer no curto prazo. No caso, todos eles são responsáveis pelo ganho de eficiência operacional, melhoria de margens e aumento do lucro.

    Isso porque quando um trabalhador consegue otimizar o processo produtivo de sua empresa, há um ganho de lucro que é marginalmente repassado para ele. Sendo isto um processo natural de reconhecimento de geração de riqueza por um funcionário em uma companhia.

    Já no caso daquele que gera otimização no trabalho e que é dono do próprio negócio, a criação de riqueza vem naturalmente. Afinal, a elevação do lucro trará um benefício para o dono da empresa.

    Algumas das formas de gerar riqueza no trabalho são:

    Resolução de problemas

    A resolução de problemas é a forma mais genérica de geração de riqueza em uma organização. Afinal de contas, ela pode ser aplicada em diversos âmbitos e nos mais diversos setores, como o financeiro, RH, operacional e comercial.

    Basicamente, é preciso compreender que os problemas do dia a dia de uma empresa são naturais, mas geram custos e despesas operacionais. Então, caso seja possível resolver algumas situações-problema, será possível gerar riqueza pela redução desses gastos.

    Criar novas fontes de receitas

    Outra prática entre as formas de criação de riqueza é o desenvolvimento de novas fontes de receitas para a empresa. No caso, isto acontecerá pela criação de um produto ou um serviço antes inexistente.

    Sem dúvida, essa é uma das formas mais poderosas de geração de riqueza. Isto porque um produto ou serviço inovador pode se transformar em uma excelente forma de uma companhia gerar valor para a sociedade e ser recompensada por isso com um lucro líquido maior.

    A Apple, por exemplo, desenvolveu seu primeiro relógio inteligente em 2014, quando já era líder no setor de smartphones. Depois disso, o produto passou a ser o relógio mais vendido do mundo.

    Mais tarde, a companhia fundada por Steve Jobs criou o Airpod, o seu primeiro fone sem fio. Sendo que este também acabou se tornando o fone mais vendido do planeta, trazendo sozinho uma receita bruta para a Apple superior à receita do Uber e do Spotify e próxima da Netflix.

    Aumentar a produtividade

    Por fim, outra forma mais comum de geração de riqueza é pelo aumento da produtividade. De forma simples, isso significa fazer mais com menos. Em outras palavras, trabalhar melhor com os recursos e com os meios de produção para elevar a produção.

    Com esse aumento da produtividade, é possível gerar uma elevação das margens de lucro e de contribuição. Por exemplo, a margem bruta (relacionada ao custo das mercadorias e dos serviços vendidos) e a margem operacional (que também leva em conta as despesas).

    Criação de riqueza nos investimentos

    Por fim, há ainda a possibilidade de criação de riqueza nos investimentos, que é uma excelente forma de gerar valor fora do emprego ou da empresa do indivíduo. Isto porque, neste caso, a geração da riqueza vem pela aplicação do dinheiro em ativos como:

    Utilizando seu recurso financeiro para adquirir esses ativos, o indivíduo proporciona a criação de riqueza passiva. Afinal, não será seu trabalho ativo o responsável pelos ganhos, mas a rentabilidade financeira obtida sobre o capital investido.

    E então, conseguiu entender mas sobre o que é e como funciona a criação de riqueza? Deixe abaixo suas dúvidas e comentários sobre esse assunto.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *