Acesso Rápido

    Berkshire Hathaway – Uma excelente empresa para ser sócio

    Berkshire Hathaway – Uma excelente empresa para ser sócio

    Warren Buffett é o CEO e presidente da Berkshire Hathaway desde 1970 e Charlie Munger atua como vice presidente da companhia desde 1978.

    Os dois mestres do Value Investing vem gerindo a Berkshire Hathaway com maestria durante os anos, criando uma quantidade absurda de riqueza para aqueles que investiram na empresa pensando no longo prazo.

    Como Buffett conseguiu destruir o S&P 500 (índice das 500 maiores empresas dos EUA) e pode continuar a entregar performances excelentes aos acionistas da Berkshire Hathaway?

    Atualmente Buffett tem um portfólio diversificado, com alguns nomes relevantes como: Apple, Bank of America, Coca Cola, Wells Fargo, American Express, Kraft Heinz.

    Buffett não compra todas as empresas como o S&P500, ele é seletivo.

    Buffett pode fazer negócios excelentes adquirindo empresas a preços baixos, o que os índices não conseguem.

    Performance da Berkshire de 1965 à 2017:

    A Berkshire investe o dinheiro dos acionistas com prudência, pensando no longo prazo.

    Em momentos favoráveis do ciclo econômico, principalmente em épocas em que a grande maioria está em pânico, Buffett mostra porque ele é o melhor alocador de capital de todos os tempos. A equipe da Berkshire está atenta à todo momento.

    Por exemplo, Buffett investiu US$5 bilhões no Bank of America em 2011, comprando ações preferenciais que pagam 6% de dividendos anuais, e ele recebeu garantias para mais 700 milhões de ações, as quais ele pode exercer o direito em até 10 anos.

    Em 2017 ele já havia feito US$ 12 bilhões com essa aquisição e agora em 2018 chega próximo a US$14 bilhões.

    Ele compra barato, segura por bastante tempo, recebe os dividendos e pode fazer negócios excelentes.

    Buffett é paciente e disciplinado, e espera as oportunidades aparecerem. Por isso, em momentos de depressão no mercado ele consegue alocar capital a excelentes taxas de retorno.

    Com a Berkshire Hathaway, você tem Warren Buffett e Charlie Munger alocando capital com retornos elevados sobre o investimento, aproveitando barganhas encontradas no mercado.

    Com a disciplina de Buffett, a BRK comprou a Burlington Northern Santa Fe em 2009 por US$45 bilhões e desde 2011 ele vem coletando dividendos de aproximadamente US$3,5 bilhões anuais.

    Quase 10% de DY no investimento foi o que ele alcançou, com a paciência.

    Atualmente a Berkshire expandiu seus olhares para startups, ou seja, a equipe de Buffett tem olho em tudo, e está diversificando para o acionista (Paytm, Stone Pagamentos).

    Warren tem uma iniciativa de serviços de saúde com Jeff Bezos, CEO da Amazon, e com Jamie Dimon, CEO do JPMorgan, que pode demorar para dar frutos mas que tem grande potencial, uma vez que a iniciativa usufruiu do know-how e do respaldo de 3 dos nomes mais relevantes do mundo corporativo.

    Os resultados podem demorar 10 ou 20 anos para surgir mas o potencial é gigantesco, pois a indústria de saúde dos EUA é extremamente cara e os consumidores se beneficiariam amplamente de alternativas mais em conta.

    Recentemente, a Berkshire Hathaway recomprou quase US$1 bilhão em ações, o que é um sinal que Buffett e sua equipe acreditam que no preço atual, a empresa se encontra cotada abaixo do valor intrínseco.

    Também, atualmente a Berkshire possui mais de US$100 bilhões em caixa, pronto para ser alocado em oportunidades.

    Ser sócio e Warren Buffett é um bom negócio. A Berkshire tem participações controladoras e não controladoras em diversas empresas rentáveis e perenes.

    Empresas controladas pela Berkshire:

    Participações não controladoras da Berkshire:

     

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Marcos goncalo 5 de agosto de 2019

      Eu concordo com você.
      Como faço para aportar na gleoglo?

      Responder