Anuidade do cartão de crédito: como funciona e dicas para negociar

Grande parte dos bancos ou outras instituições financeiras que oferecem cartões exigem o pagamento de uma anuidade do cartão de crédito. No entanto, isso não é regra, e surgem cada vez mais cartões que dispensam essa taxa.

A cobrança da anuidade do cartão de crédito é realizada, no Brasil, pelas bandeiras ou instituições financeiras que oferecem o serviço, como ocorre, em geral, no caso do cartão de crédito de bancos.

O que é a anuidade do cartão de crédito?

A anuidade do cartão de crédito consiste em uma taxa que a instituição financeira responsável pelo mesmo recebe para que o cliente possa utilizá-lo, e se trata basicamente de uma manutenção do mesmo. Além desta taxa, há as faturas enviadas mensalmente com o valor devido, conforme as compras e os parcelamentos efetuados pelo cliente.

Existem algumas vantagens concedidas pelos bancos ou instituições de crédito mediante o pagamento da anuidade, como veremos a seguir.

DROPS IMPACTO DA SELIC

Benefícios do pagamento da anuidade

Cartões de crédito, apesar de muitas vezes dispendiosos, são uma maneira fácil e prática de comprar, aceitos pela maioria dos estabelecimentos, tanto na Internet quanto no mundo físico.

Além disso, podem ser utilizados no mundo inteiro e evitam ter que carregar dinheiro vivo ou cheques.

Porém, muitas vezes há a incômoda taxa de anuidade, e, além disso, os juros, que são extremamente elevados a exemplo dos praticados pelo cheque-especial.

Mas a utilização e o pagamento da anuidade do cartão de crédito oferecem alguns benefícios, digamos, compensatórios.

Uma das grandes vantagens são os programas de pontos, em que o acúmulo destes permite a troca por produtos ou serviços. Cada tipo de cartão de crédito possui suas próprias concessões, mas, em geral, quanto mais compras, mais pontos e mais recompensas.

Cada vez mais as lojas têm criado cartões de crédito próprios, a fim de facilitar as compras de seus clientes, disponibilizando benefícios como descontos e prazos estendidos. As lojas geralmente cobram anuidade do cartão de crédito oferecido.

Obviamente, o ideal é sempre não pagar taxas quando são desnecessárias. Por isso, é indicado sempre avaliar se as recompensas oferecidas pelos emissores do cartão de fato valem a pena. Caso contrário, existem uma série de cartões de crédito sem anuidade no mercado, como:

  • Nubank
  • Digio
  • Banco Inter

A seguir, vamos ver como negociar esta anuidade.

Negociando o pagamento da anuidade do cartão de crédito

Como mencionado, nem todos os cartões de crédito possuem anuidade.

A cobrança da anuidade é mais vantajosa para quem utiliza com frequência esse método de pagamento, pois tem mais benefícios.

Entretanto, mesmo cartões sem anuidade às vezes oferecem programas de pontos e outras vantagens. Nesses casos, atente para as taxas administrativas e o seguro cobrado.

Mas, afinal, como negociar a anuidade?

Em primeiro lugar, tenha em mente que:

  1. A anuidade depende da operadora, da bandeira e do tipo do cartão de crédito. Quanto mais exclusivo o cartão, mais alta a renda exigida, o que está atrelado a uma anuidade mais elevada;
  2. Cartões mais básicos apresentam anuidades mais em conta;
  3. As taxas de anuidade variam, no entanto, no Brasil são sempre reguladas pelo Banco Central (BACEN);
  4. A anuidade pode ser parcelada;
  5. O valor da anuidade deve ser informado no ato da contratação; em caso negativo, o cliente pode entrar no site da instituição financeira e conferir tal dado, ou falar com a Central de Atendimento do cartão. É obrigatório declarar a anuidade do cartão de crédito, bem como os valores das parcelas.

SUNO DROPS PETROBRAS PETR4

Como negociar: algumas dicas

Pois bem, tendo em mente estas informações, verifique estas dicas de como negociar a anuidade do cartão de crédito:

  • Ao tomar conhecimento do valor da anuidade do cartão de crédito, tente negociar o valor ou ficar isento dessa taxa;
  • Quando for negociar a anuidade do cartão de crédito, a instituição reunirá suas informações pessoais. Isso inclui o quanto gasta com o cartão, qual é o tipo e se algum pagamento sofreu atraso;
  • Ser um “bom pagador”, sem ter CPF restrito (ou CNPJ, no caso de cartão de crédito empresarial) é um ótimo passo para conseguir negociar a anuidade;
  • Tenha informações sobre anuidades de outras instituições financeiras;
  • O valor da anuidade não é fixo, portanto, você precisará renegociá-lo a cada ano.

Em termos de negociar a anuidade, “não custa tentar”. Seja um cartão de crédito de banco ou de outra instituição financeira. É possível diminuir ou extinguir a anuidade do cartão de crédito. E isso sem deixar de receber as vantagens oferecidas pelo uso do cartão.

ACESSO RÁPIDO
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *