Patrocinado por:

Startups de SP serão selecionadas para receber apoio de R$ 4 milhões

Startups de SP serão selecionadas para receber apoio de R$ 4 milhões
Programa Centelha, do MCTI, apoia startups em 26 estados, dando R$ 80 mil de fomento a cada projeto selecionado - Foto: Divulgação/MCTI

Em iniciativa de apoio às startups de São Paulo, um total de 50 projetos selecionados receberão um fomento de R$ 80 mil. O programa é do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, a Fapesp.

O edital será publicado ainda nesta terça-feira (14), às 10h, sendo referente ao programa Centelha – que segundo o próprio ministério, visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, como startups, além de disseminar a cultura empreendedora no Brasil.

Nas publicações oficias da Fapesp, não foi especificado o calendário, que deve ser divulgado integralmente no edital. Contudo, a fundação já detalhou que o programa terá três fases de seleção:

  1. Entrega de ideias inovadoras
  2. Construção de um Projeto de Empreendimento
  3. Elaboração de um Projeto de Fomento

Ao longo do processo, os empreendedores selecionados receberão capacitação para aprimorar os projetos inovadores, além de suporte e feedback dos avaliadores.

“A adesão ao Centelha permitirá que a Fapesp ofereça aos jovens empreendedores a oportunidade de desenvolver uma ideia inovadora, testar o seu potencial de mercado e transformar boas ideias em produto”, afirma Luiz Eugênio Mello, diretor científico da fundação.

Os 50 melhores projetos selecionados na fase 3 serão os que receberão o fomento de R$ 80 mil, em valor dividido entre a Fapesp e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Dentre os requisitos, as propostas de ideias inovadoras, empreendimentos e startups devem ser apresentadas por pessoas físicas, maiores de 18 anos, mas sem ter necessariamente a empresa  constituída – já que a ideia é constituí-la se a proposta for selecionada.

A fundação também adianta que empreendedores vinculados a pequenas empresas também poderão submeter suas ideias ao Centelha, desde que a empresa em questão tenha sido constituída até 12 meses antes da publicação da chamada de propostas.

“A expectativa da Fapesp é que o edital Centelha mobilize, principalmente, jovens empreendedores, estudantes de graduação e pós-graduação das universidades paulistas, atendendo a uma demanda não alcançada pelo PIPE”, destaca Patrícia Tedeschi, gerente de Pesquisa para Inovação da Fundação.

O que é a iniciativa que apoia empreendedores e startups?

A parceria firmada com a fundação paulista trata-se de uma das iniciativas do programa, atualmente presente em 26 estados, promovida pelo MCTI e pela Finep em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI.

Além disso, o programa conta com a parceria da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), da Amazon Web Services (AWS), da Asaas, a Zendesk, da Lahar e da ContaAzul.

Segundo os dados oficiais, contabilizadas todas as ideias, já foram 15,4 mil ideias submetidas ao programa, além de 38,7 mil empreendedores capacitados e 460 startups que foram efetivamente apoiadas após a seleção.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se