S&P 500 e Nasdaq disparam no mercado futuro à espera de estímulos

S&P 500 e Nasdaq disparam no mercado futuro à espera de estímulos
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden - Foto: Reprodução: White House Facebook

Com o mercado mudando de humor, o S&P 500 e a Nasdaq operam em forte alta nos futuros da manhã desta quinta-feira (29). Enquanto ontem os investidores temiam o aumento de impostos pelo presidente Joe Biden, agora a percepção é de que o plano de US$ 1,8 trilhão pode estimular o crescimento econômico e gastos das famílias.

Por volta das 8h30, o S&P 500 subia 0,67%, a 4.204,12 pontos. A Nasdaq, por sua vez, avançava 1,05%, para 14.037,62 pontos, ainda digerindo os resultados de big techs.

Ontem, o presidente norte-americano Joe Biden apresentou seu plano para as famílias norte-americanas. O montante de US$ 1,8 trilhão sria investido em creches, educação e licenças remuneradas. Também contribui para o otimismo do mercado o posicionamento do Federal Reserve (Fed) após a reunião dos últimos dois dias.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Enquanto o país observa sinais de crescimento e fortalecimento do mercado de trabalho, o presidente do BC, Jerome Powell, diz que continuaria apoiando a economia nos próximos meses, com a manutenção da taxa de juros e continuidade nas compras de títulos, que atualmente estão na ordem de US$ 120 bilhões mensais.

No que se refere à inflação, Powell disse que o aumento de preços da economia passa por “fatores transitórios”, e deve se manter na média de 2% nos próximos anos. Os comentários do charmain dão os próximos passos da política monetária e tranquilizam os investidores ao demontrar que o Fed não mudará de curso de forma abrupta.

Também segue no radar do mercado a continuidade dos balanços corporativos do primeiro trimestre deste ano. Ontem, duas das maiores big techs do mercado, Apple e Facebook, reportaram números acima das expectativas do mercado.

A maior empresa dos Estados Unidos reportou uma receita recorde de US$ 89,6 bilhões, alta de 54% em relação ao mesmo período do ano passado, e um lucro trimestral por ação diluída de US$ 1,40. Enquanto isso, a companhia de Mark Zuckerberg lucrou US$ 9,5 bilhões, avanço de 94%.

Ambas as empresas sobem no mercado futuro, 3% e 7%, respectivamente, assim como a Qualcomm, após registrar um salto da receita estimulado por uma grande demanda por smartphones 5G.

Nesta quinta também será divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no primeiro trimestre deste ano, o que deve mostrar uma forte recuperação frente ao ano passado.

O petróleo expandiu os ganhos em função da perspectiva confiante sobre a demanda pela commoduty à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), apensar do avanço da pandemia na Índia.

S&P 500 e as Bolsas internacionais

Confira o desempenho das principais bolsas mundiais por volta das 8h48:

As bolsas mundiais caminham para encerrar abril majoritariamente de forma positiva. O S&P 500 e os mercados internacionais também observam o desdobramento dos novos pacotes de estímulos do presidente Joe Biden e o impacto da pandemia no mundo.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!