Receita do Nubank (ROXO34) pode crescer 63% no ano, em tri de destaque entre os concorrentes, diz XP

Aumentar sua participação na carteira de clientes tem sido uma manobra positiva para o Nubank (ROXO34), BTG Pactual (BPAC11) e outras instituições financeiras, afirma a XP.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Na temporada de balanço do primeiro trimestre (1T24), o setor bancário naturalmente espera menor atividade, devido aos feriados (como o Carnaval) e outros fatores.

Bernardo Guttmann, Matheus Guimarães e Rafael Nobre, analistas da XP, avaliam que apesar de ser um período historicamente mais lento, “ainda vemos a tese de focar no aumento da participação na carteira dos clientes ainda é válida” e impulsionou o crescimento de algumas marcas.

Entre elas, a research destaca ROXO34 (ex-NUBR33), BPAC11, BRBI11 e outros.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Nubank (ROXO34): Receita deve crescer 63% na base anual

Os analistas da XP esperam “mais um trimestre de resultados positivos para o Nu”, com uma receita de US$ 2,6 bilhões (cerca de R$ 13,34 bilhões na cotação de hoje).

O valor representa uma alta na receita do Nubank de 63% superior em comparação ao mesmo período do ano anterior e 10% maior em relação ao trimestre imediatamente anterior (4T23).

Considerando um aumento nas perdas de crédito e nas despesas com juros, a casa espera que o lucro bruto cresça 9% no trimestre, atingindo US$ 1,2 bilhão (R$ 6,16 bilhões).

“Assumindo uma taxa de imposto de renda fixa em relação ao trimestre anterior (em 35,5%), o resultado final deve ficar ligeiramente acima de US$ 404 milhões (+12% no trimestre),” escrevem os analistas.

Na avaliação, aponta-se que o Nubank tem um crescimento contínuo saudável, mas que é possível observar no tri uma desaceleração marginal no crescimento dos lucros.

“Em nossa opinião, serão necessárias mais informações sobre outros motores de crescimento (ou seja, México e empréstimos consignados) para recuperar a confiança na elevada taxa de crescimento nos próximos trimestres”, diz o relatório.

Neste contexto, a recomendação da XP se mantém neutra para as ações da Nubank (ROXO34), com preço-alvo a R$ 7,20 por papel.

No fechamento do mercado, os BDRs da Nubank estavam cotados a R$ 9,30, com alta de 3,19% no dia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Camila Paim

Compartilhe sua opinião