AGENDA

Ibovespa opera em queda com noticiário interno agitado; Eletrobras (ELET3) lidera altas

Ibovespa opera em queda com noticiário interno agitado; Eletrobras (ELET3) lidera altas
Ibovespa. Foto: Pixabay

Caminhando para encerrar a semana no vermelho, o Ibovespa opera em queda na tarde desta sexta-feira (18). O maior índice acionário da Bolsa brasileira é movimentado pelo noticiário interno agitado, e segue o dia negativo nas bolsas internacionais.

Por volta das 14h15, o Ibovespa caía 0,23%, para 127.758 pontos. A movimentação do Ibovespa foi invertida após a abertura, com os investidores alongando a prevalência dos vendidos, após o índice cair quase 1% na véspera. O dólar sobe 1,14%, para R$ 5,071 na venda.

No exterior, as bolsas operam em queda com a visão de James Bullard, dirigente do Federal Reserve (Fed), que prevê alta da taxa de juros no ano que vem, antes do previsto pela autoridade monetária central nesta semana.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Confira os temas que movimentam o Ibovespa

  • Privatização da Eletrobras no radar;
  • Petrobras venderá ações da BR Distribuidora;
  • Pagamento de dividendos da Vale.

Texto-base da privatização da Eletrobras é aprovado pelo Senado

O Senado aprovou, na noite da última quinta-feira (17), o texto-base que abre caminho para a privatização da Eletrobras. Foram 42 votos a favor e 37 contra.

Caso o texto seja sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro dentro do prazo de validade, que é a próxima terça-feira (22), a capitalização da empresa pode atingir R$ 25 bilhões.

O texto autoriza a diluição da participação do Estado na companhia através de um aumento de capital e oferta pública de ações, que podem ser primárias como secundárias. Esse processo está previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2022.

“Apesar do ainda existente risco de que a MP caduque, vemos com bons olhos a aprovação de ontem, que foi realizada após atrasos e com um placar apertado, além dos ‘jabutis’, que podem sofrer alterações”, comenta a Guide Investimentos.

As ações da empresa, que lideram o Ibovespa, são alvo de recomendação de compra de Safra e Goldman Sachs.

Petrobras venderá participação de 37,5% na BR Distribuidora

A Petrobras (PETR4) protocolou, ontem à noite, o pedido de oferta subsequente de ações (follow-on) da BR Distribuidora (BRDT3), com a venda de 37,2% no capital da empresa, é esperado que a petroleira receba cerca de R$ 11,54 bilhões.

Serão vendidas 436,87 milhões de ações ordinárias. O período de reserva termina no dia 29 de junho, com precificação prevista para o dia seguinte.

A operação chama atenção em meio ao processo de desinvestimentos da estatal, que tem uma meta de dívida bruta a cumprir. Caso os números melhorem, é esperado que a Petrobras passe a pagar mais dividendos.

Vale pagará R$ 2,17 por ação em dividendos

A Vale, maior posição da carteira teórica do índice Ibovespa, anunciou que pagará R$ 2,177096 por ação, com base nos lucros acumulados e no balanço fechado em 31 de março deste ano, quando a empresa reportou um lucro líquido de US$ 5,54 bilhões.

Acionistas com posição acionária na empresa no dia 23 de junho terão direito aos proventos, sendo que no dia seguinte os papéis negociarão ex-dividendos. O pagamento ocorrerá no dia 30 de junho.

A Guide enxerga com bons olhos o movimento da Vale, que pode ser uma primeira sinalização de um forte pagamento de proventos que deve ocorrer ao longo do ano. Mesmo com a notícia, a cotação do Ibovespa é pressionada.

Maiores altas do Ibovespa

As maiores altas do Ibovespa, por volta das 14h15, eram:

Maiores baixas do Ibovespa

No mesmo horário, as maiores baixas eram:

Bolsas mundiais

Além do Ibovespa hoje, confira a cotação dos principais índices mundiais nesta tarde:

Última cotação

De forma distinta ao Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última quarta-fera com uma queda de 0,64%, para 129.239,45 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião