Semana do Fiagro

Ibovespa fecha no vermelho, aos 98 mil pontos, com peso de quedas da Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4)

Ibovespa fecha no vermelho, aos 98 mil pontos, com peso de quedas da Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4)
Ibovespa hoje. Foto: Pixabay

O Ibovespa operava entre perdas e ganhos na manhã desta quinta-feira (23). Mas o índice passou a cair e, por volta das 14h52, ampliou a queda: 1,58%, aos aos 98.130 pontos. Fechou queda de 1,45% aos 98.080,34 pontos; após oscilar entre 97.775,07 e 100.231,96 pontos. É o menor patamar desde 4 de novembro de 2020. Pesou no cenário de baixa o recuo forte da Vale (VALE3), que desabou 3,65% mesmo com a alta de 6% do minério de ferro na China. Mas a demanda chinesa da commodity é menor e o cenário macro, com inflação alta e risco de recessão, preocupou investidores. Os papéis das siderúrgicas também desabaram: Usiminas (USIM5) recuou 3,65% e Suzano (SUZB3) desvalorizou 3,16%. Com o tombo do petróleo, a Petrobras (PETR4) cede mais de 1,85%. As ações PETR3 caem 2,12%.

Enquanto a cotação do Ibovespa saiu da estabilidade de vez para o negativo, o mercado internacional seguiu em direções distintas, com S&P 500 e Nasdaq em alta de, respectivamente, 0,95% e 1,62%, e as bolsas europeias em queda.

Entre as companhias que movimentam o Índice Bovespa, estão no vermelho SLC Agrícola (SLCE3), que se desvaloriza 5,92%. Além disso, a Eneva (ENEV3) tem queda de 4,10%, após precificação de sua nova oferta.

Na ponta positiva, está a valorização da Locaweb (LWSA3), com mais de 8%, enquanto a Magazine Luiza (MGLU3) avança 4,5%.

GPA (PCAR3) recebe R$ 398,1 milhões com a venda de ações da Éxito

Um dos assuntos que impactam o valor do Ibovespa é o GPA (PCAR3), que anunciou ao mercado e seu acionistas nesta quinta-feira (23) que concluiu o programa de recompra de ações da Almacenes Éxito S/A. A empresa tem sociedade de capital aberto e sua sede fica na Colômbia. O GPA é a acionista controlador, conforme apontou a companhia em fato relevante.

Com a conclusão, o valor final considera as taxas de câmbio que foram aplicadas para converter o montante de real para pesos colombianos, moeda utilizada para o pagamento das ações da Éxito vendidas pela GPA, através do programa de recompra.

Após a análise de todos esses fatores, a GPA recebeu um valor total de R$ 398,1 milhões por sua venda, que corresponde a 3,40% de sua participação na Éxito.

Por conta disso, e posteriormente a efetivação da recompra de ações, a empresa passou a ter uma participação no capital social de Éxito de 96,52%, dos quais 91,52% são de forma direta pelo GPA e 5,00% através de sua subsidiária GPA2 Empreendimentos e
Participações Ltda.

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) têm aprovação do Cade para compra de ativos da Brookfield

Outro tema que chama atenção no Ibovespa hoje é a Localiza (RENT3) e a Companhia de Locação das Américas – Unidas (LCAM3), que divulgaram ao mercado nesta quinta-feira (23), por meio de fato relevante, a aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para a compra de ativos da Brookfield. O comunicado vem em complemento ao documento divulgado ao mercado no dia 13 de junho de 2022.

O Tribunal Administrativo do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou que a Brookfield Asset Management pode ser compradora de ativos que serão segregados das operações de RAC e Seminovos. O documento da RENT3 e LCAM3 informa que essa operação inclui cerca de 49 mil carros da Unidas.

Após a aprovação da Brookfield Asset Management pelo tribunal do Cade, as companhias afirmam que o fechamento deste negócio vai acontecer no dia 1º de julho de 2022.

CVC (CVCB3) e Eneva (ENEV3) precificam ofertas

Na movimentação do Ibovespa também se destacam a CVC (CVCB3) e a Eneva (ENEV3), que precificaram hoje (23) as suas ofertas subsequentes de ações, processo também conhecido como “follow-on”.

A CVC (CVCB3) vai emitir um total de 46,5 milhões de ações ordinárias, embora a oferta possa aumentar em até 25%, conforme a demanda pelas cotas.

A empresa diz que pretende utilizar os recursos levantados para o pagamento de dívidas por meio de debêntures. O dinheiro também será usado para reforçar o capital de giro da companhia, para dar continuidade ao seu desenvolvimento da estratégia de crescimento.

A Eneva (ENEV3), por sua vez, vai emitir um total de 300 milhões de ações, com o intuito principal de usar os recursos arrecadados para o financiamento da compra das Centrais Elétricas do Sergipe (CELSEPAR) e também das Centrais Elétricas Barra dos Coqueiros (CEBARRA).

Maiores altas do Ibovespa

As ações com os melhores desempenhos do Ibovespa, por volta das 12h19, eram:

  • LWSA3: +10,27%
  • MGLU3: +10,25%
  • CASH3: +7,94%
  • BRFS3: +7,58%
  • VIIA3: +6,55%

Maiores baixas do Ibovespa

As maiores baixas do Ibovespa, por volta das 12h19, eram:

  • SLCE3: -4,24%
  • ENEV3: -3,77%
  • SUZB3: -2,42%
  • PRIO3: -2,21%
  • QUAL3: -2,20%

Última cotação do Ibovespa

Nesta quinta-feira (23), o Ibovespa terminou o pregão em baixa de 0,16%, aos quase 99.522 pontos.

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO