Semana do Fiagro

Ibovespa hoje sobe, aos 109 mil pontos; Hapvida (HAPV3) despenca 16% com balanço

O Ibovespa hoje opera em alta de 0,7% aos 108.998 pontos. O índice lida com um cenário internacional de otimismo generalizado, com recuperação em Wall Street e nos mercados Europeus.

Ibovespa hoje também lida com os resultados financeiros das empresas, em uma das semanas mais agitadas da temporada de balanços. Você pode conferir a agenda completa aqui.

O dólar segue tendência de queda de 1,8%, e perde o patamar de R$ 5 apesar da saída do investidor estrangeiro da bolsa brasileira.

Na ponta positiva do Ibovespa, a Cogna (COGN3) sobe 8,2% em conjunto coma  Locaweb (LWSA3). As companhias demonstram uma melhora após ‘sangrarem’ em diversos pregões com o cenário macroeconômico desfavorável. Na ponta negativa, a Hapvida (HAPV3) despenca 16% após a divulgação do seu balanço.

Na agenda econômica, o Rendimento Semanal Médio do Reino Unido sobe 7%, melhor do que as projeções, assim como o Núcleo de Vendas no Varejo, com 0,6% de alta nos EUA – provavelmente o indicador mais importante do dia.

Mais tarde o mercado terá contato com os dados dos Estoques de Petróleo Bruto Semanal API.

Notícias que movimentam o Ibovespa hoje

  • Balanço da Oi no radar
  • IRB cresce lucro em 58%
  • Magazine Luiza cai na bolsa após divulgação do balanço

Quando sai o balanço da Oi?

A Oi (OIBR3) que anunciou que divulgará seu balanço do primeiro trimestre deste ano no dia 21 de junho.

A empresa já havia anunciado duas datas anteriores para a divulgação do seu resultado, mas optou por adiar o evento para concluir a elaboração do Formulário de Informações Trimestrais.

Além disso, o atraso também está relacionado à complexidade dos trabalhos de segregação de ativos nas três SPEs que integram a UPI Ativos Móveis, incluindo a necessidade de elaboração de suas demonstrações financeiras, na data base de fevereiro de 2022.

IRB  no 1T22

IRB Brasil (IRBR3) obteve lucro líquido de R$ 80,5 milhões, alta de 58% em comparação ao mesmo intervalo no ano passado. No quarto trimestre, a empresa havia registrado prejuízo líquido de R$ 370,9 milhões.

Entre janeiro e março, a resseguradora informa que teve impacto de sinistros maiores nos ramos rural e de vida. Afirmou, no entanto, que os prêmios nos dois segmentos darem saltos em termos anuais, se considerada a operação brasileira. O primeiro trimestre é importante na renovação de contratos dos clientes, acrescenta a companhia.

Segundo o IRB, essa renovação atingiu 86% neste ano, e foram fechados 87 novos negócios, que seguem a estratégia de subscrever riscos que tragam “crescimento e rentabilidade”.

No primeiro trimestre deste ano, o IRB emitiu R$ 2,005 bilhões em prêmios, número 3,9% maior que o do mesmo período de 2021. Os prêmios emitidos no Brasil subiram 18,8%, para R$ 1,240 bilhão, enquanto a emissão no exterior caiu 13,7%, para R$ 764,6 milhões.

Os papéis da empresa sobem 2,2% no intradia da Ibovespa hoje.

Magalu cai com balanço

Apesar de já ter um prejuízo de mais de R$ 100 milhões na conta da maioria dos analistas, o Magazine Luiza (MGLU3) surpreendeu negativamente e fechou o 1T22 com R$ 161,3 milhões no vermelho. A cifra foi responsável por deterioras as análises – mesmo de quem recomendava compra para os papéis.

A Genial Investimentos cortou o preço alvo de R$ 8 para R$ 6, projetando uma alta de cerca de 34% para as ações da Magazine Luiza. Segundo a casa, uma maior despesa financeira fez com que o lucro líquido da companhia ficasse 23% abaixo do estimado.

“Magazine Luiza reportou um crescimento anual de 12% nas suas vendas totais, a R$ 14,1 b, o número vem bem em linha ao já esperado pelo nosso modelo, ficando 1% acima de nossa expectativa. No entanto, apesar de a cifra estar em linha do esperado, a dinâmica entre as linhas de varejo nos surpreendeu, com as lojas físicas (lojas tradicionais e virtuais) performando 2,7% acima de nossa expectativa”, diz o relatório.

A Genial destaca que esse primeiro trimestre deve mostrar uma dinâmica do que provavelmente se repetirá ao longo do ano: um crescimento uniforme entre as suas linhas. Isso pois a base do e-commerce cresceu quase 150% em dois anos, Magalu criou uma base comparativa que é mais difícil de dobrar.

Mantendo recomendação de compra para MGLU3 a Genial destaca que a margem líquida foi pressionada por um resultado financeiro líquido mais pesado, que passou de 2,1% da receita líquida para 4,8% nesse trimestre.

“Não deu para fugir do impacto inflacionário do período e, infelizmente, não vimos um ganho de produtividade salvando a linha de despesas com vendas ainda nesse primeiro trimestre. A margem EBTIDA ajustada recuou 20 bps, atingindo 5,2% nesse 1T22”, diz o relatório da corretora.

Os papéis da varejista sobem 1% no intradia da bolsa de valores hoje, e seguem com 33,7% de retração no acumulado de 2022.

Última cotação do Ibovespa

No pregão da segunda (16), o Ibovespa fechou em alta de 1,24%, a 108.246 pontos.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO