Ibovespa abre semana de forma estável, com agenda corporativa movimentada

O Ibovespa opera entre ganhos e perdas na manhã desta segunda-feira (19), com um cenário mais calmo no exterior, que aguarda uma enxurrada de resultados corporativos. Por aqui, a agenda corporativa é movimentada, com as atenções também voltadas a Brasília.

Por volta das 10h40, o Ibovespa subia 0,14%, para 121.226 pontos. O pregão de hoje também é marcado por vencimento de opções sobre ações, o que naturalmente traz volatilidade ao índice.

Nos Estados Unidos, cerca de 80 integrantes do S&P 500, enquanto mais de 50 empresas do índice europeu Stoxx 600, deverão apresentar seus números do primeiro trimestre nesta semana. O mercado futuro norte-americano opera em leve baixa, em busca de maiores informações sobre a vacinação no país.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“O movimento leve dos mercados nesta manhã é resultado da falta de informações para sustentar o rali dos últimos dias. Mesmo com um dia de Treasuries em baixa e dólar fraco, o dia parece ser de realização nos Estados Unidos”, diz o economista do Banco BV, Roberto Padovani.

No front político, a data máxima para a definição do Orçamento de 2021, 22 de abril, se aproxima sem um consenso nas conversas. É esperada uma sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro até tal dia, e interlocutores entendem que o mandatário deve vetar parcialmente as emendas, recompondo os gastos obrigatórios.

Nesta manhã, o Banco Central (BC) divulgou o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de fevereiro, com alta de 1,70% em comparação a janeiro, mesmo em meio ao avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O resultado da prévia do PIB ficou acima da expectativa dos economistas ouvidos pela Bloomberg, de uma alta de 0,9% em comparação a janeiro. Em fevereiro do ano passado, o indicador subiu 0,98%.

Em sentido contrário, o Boletim Focus desta segunda estima um menor crescimento da economia em relação à previsão da semana passada. Os especialistas consultados pelo BC projetam uma alta de 3,04% do PIB neste ano, sendo que há quatro semanas a previsão era de 3,22%. Para ano que vem, a estimativa saiu de 2,33% para 2,34%.

Na agenda corporativa, chama atenção a confirmação da nova oferta de ações da Lojas Renner (LREN3). A companhia pretende levantar até R$ 6,5 bilhões e prevê elevar os aportes em omnichannel, abertura de novas lojas físicas e flexibilidade em investimentos.

Destaques do Ibovespa

Confira as maiores altas e maiores baixas as empresas que fazem parte do Ibovespa, por volta das 10h45:

Bolsas mundiais

Veja o desempenho dos principais índices acionários no exterior, além do Ibovespa agora:

  • Nova York (S&P 500) futuro: -0,16%
  • Londres (FTSE 100): -0,17%
  • Frankfurt (DAX 30): -0,14%
  • Paris (CAC 40): +0,46%
  • Milão (FTSE/MIB): +0,11%
  • Hong Kong (Hang Seng): +0,47% (fechada)
  • Xangai (SSE Composite): +1,49% (fechada)
  • Tóquio (Nikkei 225): +0,06% (fechada)

Última cotação do Ibovespa

Da mesma forma que o Ibovespa hoje, o índice acionário encerrou as negociações na última sexta com uma alta de 0,34%, a 121.113,93 pontos.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião