AGENDA

Patrocinado por:

Franq, fintech de Open Banking, capta R$ 20 milhões com a Valor Capital

Franq, fintech de Open Banking, capta R$ 20 milhões com a Valor Capital
Plataforma de open banking quer chegar aos 25 mil bancários autônomos até o fim de 2022 - Foto: Reprodução Franq

A startup catarinense de open banking, a Franq Openbank, captou um montante de R$ 20 milhões com uma nova rodada de investimentos liderada pela Valor Capital. Com o aporte, a companhia visa uma ampliação da base de clientes, além de fechar o elo entre os mesmos e os bancários autônomos.

O aporte na Franq Openbank se dá em decorrência da alta do open banking, um conjunto que permite o compartilhamento de dados de clientes com instituições financeiras. O procedimento é análogo a uma portabilidade de crédito, por exemplo.

Vale ressaltar que essas informações, antes, eram guardadas por poucas instituições bancárias.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Na Franq, os bancários autônomos são conectados à plataforma e podem oferecer produtos de diversas instituições financeiras, prestando uma “assessoria” ao tomador de crédito.

Com isso, a ideia é reduzir o tempo de trabalho do usuário final, que não precisará comparar ofertas de diversos bancos.

No cenário ideal, em cinco anos, 70% do mercado brasileiro será formado por bancários autônomos, ao passo que atualmente existem cerca de meio milhão.

Dentre os parceiros da startup, figuram:

Fintech de open banking quer chegar em 2022 com 25 mil bancários

Com o modelo atual, a fintech fica com uma fatia de 20% das comissões destinadas aos bancários autônomos, ou personal bankers. A meta é que, até 2022, sejam 25 mil deles, ao passo que até o fim desse ano o alvo é o número de 12 mil.

Com a concorrência ao lado, a companhia tinha previsto essa meta de colaboradores para 2024, mas colocou o pé no acelerador vendo o cenário melhorar.

Isso, pois a primeira etapa da implementação do open banking já começou em fevereiro deste ano, ao passo que a segunda está datada par ao dia 15 de julho, seguindo agenda do Banco Central (BC). Com a implementação, as startups do setor brigam para ver quem lidera a corrida pela nova inovação no setor financeiro.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião