Dificilmente veremos dólar consolidado acima de R$ 5, diz economista-chefe da XP

No cenário atual, em meio aos Federal Reserve (Fed) mantendo juros em patamares historicamente altos e o Banco Central (BC) cortando a Selic, a XP enxerga um dólar em patamares próximos dos atuais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Em coletiva com jornalistas nesta segunda-feira (4), o economista-chefe da XP, Caio Megale, destacou que dificilmente o dólar se manterá acima de R$ 5 no longo prazo.

“A balança comercial foi a grande surpresa recente. Nesse cenário, o dólar dificilmente se consolida acima de R$ 5. Entendemos que qualquer coisa entre R$ 4,50 e R$ 5 é um preço justo“, analisa.

Atualmente a projeção da XP para a cotação do dólar é de R$ 4,80 para o ano de 2024, ao passo que a moeda negocia a R$ 4,93 nesta segunda (4).

Megale acrescenta que “outros cenários são pouco prováveis” e que os riscos mais monitorados no ambiente macroeconômico são os preços do petróleo e dos grãos caírem intensamente – o que considera pouco provável.

Fiscal segue no radar

Megale ainda complementou que o ambiente fiscal continua uma preocupação relevante, apesar da redução de ruídos sobre esse tema entre do início do governo até o momento atual.

O economista-chefe da XP observa um ‘viés expansionista’ na política fiscal, o que mantém os analistas receosos.

“O que nos deixa cauteloso é o fiscal. O arcabouço foi apresentado, mas ele ainda é um modelo que permite aumento de despesas. Você ainda tem a questão do contingenciamento, que deve ficar em R$ 20 bilhões. Há um certo viés expansionista em termos de política fiscal“, explica.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Ainda assim, o especialista se mantém convicto sobre a trajetória de queda da taxa básica de juros, a Selic.

“O Banco Central tem muito espaço para cortar juros. Vemos mais quatro ou cinco cortes de 0,50 ponto percentual (p.p.). E destaco que, se não forem cortes de 0,50p.p., é mais provável que sejam maiores, de 0,75p.p., do que de 0,25p.p.”. afirma.

Mercado vê dólar a R$ 4,99 em 2023

O consenso do mercado financeiro projeta um dólar a R$ 4,99, conforme dados do Boletim Focus divulgado nesta segunda (4). Para os próximos dois anos, as projeções são de R$ 5,03 e R$ 5,10, respectivamente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião