Destaques de Empresas: Oi (OIBR3), Rede D’Or (RDOR3) e BTG (BPAC11)

Destaques de Empresas: Oi (OIBR3), Rede D’Or (RDOR3) e BTG (BPAC11)
Oi. Foto: Reprodução Facebook

Nos destaques de empresas desta terça-feira (6), chama a atenção do investidor a prorrogação do acordo de exclusividade da venda da InfraCo pela Oi (OIBR3) ao BTG Pactual (BPAC11).

Entre os destaques de empresas está também a Rede D’Or São Luiz (RDOR3)  que fechou acordo para comprar 51% do capital social do Bioco Hospital de Doenças Cardiovasculares. Por sua vez, o BTG comprou a participação da Caixapar, subsidiária da Caixa Econômica, no Banco Pan (BPAN4).

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Já a Petrobras (PETR4) concluiu a venda das Eólicas Mangue Seco 3 e 4 para a V2I Energia. E, a Sequoia (SEQL3) aprovou a realização de follow on de até R$ 974,9 milhões.

Veja os destaques de empresas desta terça:

BTG Pactual

O BTG Pactual anunciou, na madrugada de hoje, que comprou a participação da Caixapar, subsidiária da Caixa Econômica Federal, no Banco Pan. Segundo o fato relevante, o valor total fechado foi de R$ 3,7 bilhões.

Segundo o documento, o contrato de compra e venda se refere a uma fatia de 49,2% do capital votante e 26% do capital social total do Banco Pan. A compra, de acordo com o anúncio, foi realizada através do Banco Sistema, institiuição subsidiária do BTG Pactual.

Oi

A Oi  prorrogou o acordo de exclusividade para a venda da InfraCo, unidade de infraestrutura de fibra ótica da operadora. O acordo foi firmado com o Fundo de Investimento em Participações Economia Real (FIP), gerido pelo BTG Pactual e outros fundos administrados pelo banco. O novo prazo foi estendido até às 10h do dia 09 de abril de 2021.

No mês passado a Oi já havia estendido o acordo por 30 dias com o prazo até o dia 5 de abril. Segundo a tele, o objetivo é  “garantir segurança e celeridade às tratativas em curso entre as partes e permitir que os termos e condições, bem como os documentos relativos à oferta vinculante possam continuar a ser negociados”.

Rede D’Or

Entre os destaques de empresas está a  Rede D’Or São Luiz que celebrou ontem um memorando de entendimentos vinculante, para adquirir 51% do capital social do Biocor Hospital de Doenças Cardiovasculares.

A aquisição acontecerá através da Clínica São Lucas, afiliada da Rede D’Or. Além disso, de acordo com o fato relevante, as empresas consideram o valor total da o Biocor em R$ 750 milhões, sendo que desse montante será deduzido o endividamento líquido.

Petrobras

Entre os destaques de empresas está a Petrobras e a a Wobben que finalizaram a venda conjunta de suas participações, de 51% e 49% respectivamente, nas sociedades Eólicas Mangue Seco 3 e 4, para a V2I Energia.

A operação foi concluída com o pagamento de R$ 78,2 milhões para a Petrobras, já com os ajustes previstos no contrato de compra e venda de ações, segundo o documento. Ao todo a estatal recebeu R$ 100,7 milhões pela venda.

Sequoia

O conselho de administração da Sequoia a realização de uma oferta pública subsequente de ações (follow on). No final de março, a companhia de logística já havia anunciado que estudava fazer um novo processo do tipo – o seu primeiro após estrear na B3 em outubro do ano passado.

A nova oferta consistirá na emissão de cerca de 8,3 milhões de ações primárias, com o capital levantado indo para o caixa da empresa, e 18,2 milhões de ações secundárias, com acionistas vendendo partes de suas fatias na Sequoia. Considerando os valores de fechamento do pregão de ontem, a oferta pode movimentar de R$ 722,1 milhões a R$ 974,9 milhões, a depender da colocação ou não de um lote extra.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião