Após balanço, Bradesco BBI eleva preço-alvo de Magazine Luiza (MGLU3)

Após balanço, Bradesco BBI eleva preço-alvo de Magazine Luiza (MGLU3)
Após a divulgação dos resultados pelo Magazine Luiza (MGLU3), o Bradesco BBI elevou o preço-alvo para as ações da varejista.

O Magazine Luiza (MGLU3) divulgou, na noite da última segunda-feira (9), seu resultado terceiro trimestre deste ano. Após uma forte alta de 70% do lucro líquido ajustado, para R$ 216 milhões, o Bradesco BBI elevou o preço-alvo para as ações da gigante varejista.

De acordo com a instituição, os resultados do Magazine Luiza foram fortes em todas as linhas de negócios. Segundo eles, o crescimento do e-commerce permaneceu forte por mais tempo do que o estimado, enquanto as lojas físicas se recuperam mais rápido do que o projetado. Isso fez com que o preço-alço do BBI para a varejista subisse de R$ 21 para R$ 30.

O BBI pontuou que o contraste entre o segundo trimestre e o terceiro trimestre se encontra justamente na operação das lojas, que salienta a omnicanalidade da atuação do Magalu. O crescimento no canais de venda também chamou atenção do banco, sobretudo a entrega em 24 horas, que já atingiu 40% do Volume Bruto de Mercadoria (GMV, na sigla em inglês), impulsionado por um crescimento do Click & Colete e do Enviar da Loja.


No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

BBI espera tendências fortes para o Magazine Luiza no quarto trimestre

O Bradesco, em seu relatório, também disse que o Magalu carrega um forte impulso para o quarto trimestre com os períodos de Black Friday e Natal.

A instituição salienta que, após dois trimestres de crescimento muito forte no e-commerce, outro bom trimestre entre outubro e dezembro pode colocar a varejista em segundo lugar no mercado de comércio eletrônico (com base no ano fiscal) pela primeira vez.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A recomendação, entretanto, permanece neutra para as ações da empresa. De acordo com o BBI, a decisão tem base no “pouco potencial de alta” quando considerado que é provável que haja uma reação positiva das ações sobre os resultados do terceiro trimestre.

O banco reconhece que tem sido cauteloso com as estimativas para o Magazine Luiza, apesar da visão positiva para a empresa e o potencial de ser uma das maiores vendedoras on-line do País. Nesta terça-feira, por volta das 11h33, os papéis da varejista operavam em leve queda de 0,26%, negociados a R$ 26,37 na Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião