Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Hypera (HYPE3) comunica aquisição de portfólio

    Radar do Mercado: Hypera (HYPE3) comunica aquisição de portfólio

    Nesta segunda-feira, dia 02 de março, a companhia comunicou que celebrou acordo com a Takeda Pharmaceutical International AG para aquisição de portfólio com 18 selecionados medicamentos isentos de prescrição. A transação teve preço de US$ 825 milhões e coloca a companhia como a maior empresa farmacêutica do Brasil.

    O portfólio adquirido inclui produtos em áreas terapêuticas como cardiologia, diabetes, endocrinologia, gastroenterologia, sistema respiratório e clínica geral. Além desses medicamentos, o portfólio ainda inclui marcas Top of Mind como Neosaldina, Dramim e o Nesina (para o tratamento de diabetes tipo II).

    De acordo com o documento divulgado pela companhia, o portfólio a ser adquirido registrou receita líquida de R$ 900 milhões em 2019, sendo 83% desse total advindo do Brasil e 15% do México.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Recentemente a empresa também adquiriu as marcas Buscopan e Buscofen em uma transação de R$ 1,3 bilhão. De acordo com a IQVIA, com a nova aquisição, a Hypera se tornará líder absoluta em medicamentos OTC (Medicamentos isentos de prescrição), detendo duas das três maiores marcas de medicamentos desse estilo no Brasil.

    A companhia ainda destacou que a aquisição é a maior de sua história e está em linha com seu foco de expansão de Market Share e investimentos em marcas líderes com potencial de crescimento. Adicionalmente, a operação também está de acordo com a estratégia de fortalecer sua presença no mercado brasileiro por meio de marcas de renome.

    A Hypera ainda comunicou que já assegurou com bancos linhas de crédito de R$ 3,5 bilhões para financiar o acordo. No entanto a operação ainda está sujeita a aprovação de órgãos antitruste e de acionistas.

    Com o anúncio da transação, as ações da companhia fecharam o pregão com alta de 16,6% no dia, cotadas a R$ 40,00. Tal marca não era atingida desde dezembro de 2009.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *