Acesso Rápido

    Gestão de carteira: o que é? Como gerir um portfólio de investimentos?

    Gestão de carteira: o que é? Como gerir um portfólio de investimentos?

    Realizar a gestão de carteira de investimentos é, sem dúvidas, algo que pode contribuir muito para os rendimentos de ativos de renda fixa e renda variável, sobretudo no longo prazo.

    Por isso, é fundamental entender o que é a gestão de carteira, qual a sua importância, quais as melhores estratégias e como realizá-la.

    O que é a gestão de carteira?

    A gestão de carteira é, basicamente, o acompanhamento e avaliação constante dos ativos escolhidos para compor o portfólio de investimentos.

    Ou seja, nada mais é que o acompanhamento da carteira de investimento. Isto é, fazer a gestão dos ativos, dos riscos, da volatilidade e do desempenho.

    Como funciona a gestão de uma carteira de investimento?

    É fundamental que o investidor faça a gestão da sua carteira de investimento, principalmente se tratando de ativos de renda variável.

    Ou seja, ao comprar ações de empresas, é importante acompanhar o negócio e os fundamentos. Afinal, para ter uma decisão de compra ou de venda os indicadores fundamentalistas são analisados e levados em consideração.

    Assim, é possível alterar a composição da carteira de investimento de forma que entregue a melhor rentabilidade possível respeitando o perfil de risco

    Além disso, é importante destacar que as próprias preferências do investidor em relação ao risco e ao perfil de investimento podem mudar ao longo do tempo, o que torna essencial uma gestão de carteira eficiente e constante.

    Para realizar uma boa gestão da carteira de investimentos é interessante entender como analisar ações e os demais ativos que compõem o portfólio.

    Como gerir uma carteira de investimento?

    Gerir uma carteira de investimento pode parecer complexo, principalmente para quem está começando a investir. Porém, saber como gerir uma carteira de investimento é fundamental e pode trazer resultados muito mais significativos no longo prazo.

    Por isso, o ideal para fazer uma gestão dos investimento é:

    • Definir uma estratégia de acordo com o perfil de risco;
    • Conhecer indicadores financeiros;
    • Utilizar ferramentas de gestão.

    Estratégia de acordo com o perfil de risco

    Um primeiro passo para começar a colocar na prática nos investimentos e conseguir gerir a carteira de forma adequada é conhecendo o perfil do investidor e, a partir disso, desenhar uma estratégia de investimento. 

    A partir da definição do perfil do investidor, é possível elaborar a composição da carteira de forma mais apropriada, com aspectos relacionados a risco, liquidez, horizonte de tempo e rentabilidade alinhados com a personalidade do investidor.

    Conhecer indicadores financeiros

    Para escolher ativos para a composição da carteira de investimentos ou para gerir e realizar possíveis substituições ou adição de ativos na carteira é imprescindível conhecer os principais indicadores financeiros utilizados em análises de ativos.

    Alguns indicadores, conhecidos como fundamentalistas são muito úteis para a gestão de carteira, como:

    • Preço/Lucro (P/L);
    • Preço/Valor Patrimonial Ajustado (P/VPA);
    • Retorno sobre o patrimônio líquido (ROE);
    • Dividend Yield (DY), entre outros.

    Utilizar ferramentas de gestão

    Atualmente já existem várias ferramentas de gestão de carteira de investimentos de fácil acesso para o investidor.

    Estes tipos de ferramentas podem acompanhar de forma automatizada alguns indicadores de desempenho da carteira úteis para análise do investidor, como a rentabilidade periódica do investidor, a concentração de cada ativo na carteira, os principais indicadores financeiros, entre outras informações importantes.

    Esse artigo te ajudou a entender do que se trata a gestão de carteira? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *