XP realizará follow-on para comprar fatia do Itaú (ITUB4)

A XP Investimentos (NYSE: XP) anunciou nesta segunda-feira (30) que realizará um follow-on para adquirir parte da participação acionária do Itaú  (ITUB4) na empresa.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Além de adquirir quase toda a fatia de 5% que o Itaú quer vender, com a operação a XP tem como objetivo injetar cerca de US$ 340 milhões no caixa da empresa, graças a emissão de 8,2 milhões de ações.

A venda da fatia do Itaú deveria representar cerca de 76% da oferta, ou cerca de 23,5 milhões de ações.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Entretanto, o restante 41,05% do capital social da XP de propriedade do Itaú não será vendido, e sim incorporado em uma nova empresa (‘Newco’). A XP já demostrou interesse em adquirir essa nova instituição também.


A precificação deverá ocorrer ao final da próxima quarta-feira (2). Além disso, os coordenadores da oferta são:

  • XP
  • Itaú BBA
  • Morgan Stanley
  • JP Morgan

Vale destacar que no fechamento de hoje da Nasdaq, a companhia de Guilherme Benchimol estava valendo cerca de US$ 22,6 bilhões (cerca de R$ 119,780 bilhões).

Itaúsa considera “positivas” propostas feitas pela XP

Mais cedo nesta segunda-feira, a Itaúsa (ITSA4) afirmou que considerava “positivas” as propostas feitas até o momento pela XP sobre a nova estrutura societária da empresa.

“A Itaúsa considera positivas as proposições realizadas até o momento pela XP, e caso a XP venha a apresentar proposta relativa à incorporação da Newco, a Itaúsa pretende avaliar seus detalhes em conjunto com a Itaú Unibanco Participações (IUPAR) visando melhor atender aos interesses de seus acionistas, sendo certo que levarão a melhor proposta para análise e deliberação em Assembleia Geral de Acionistas da Newco”, declarou em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Além disso, a Itaúsa reafirmou seu interesse em manter participação relevante na Newco no curto prazo. “Dentro da sua estratégia de diversificação do portfólio em companhias do setor não financeiro, a Itaúsa não considera essa participação como estratégica no longo prazo, estando este ativo sujeito às avaliações no âmbito do processo de acompanhamento de seu portfólio”, afirmou.

Cabe destacar que a Newco é a empresa criada pelo Itaú para cindir sua fatia na XP Investimentos. A cisão foi anunciada ao mercado no último dia 26. A nova empresa terá 41,05% do capital social da XP e o capital será distribuído de forma proporcional aos atuais acionistas do banco.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião