Weg (WEGE3), CSN (CSNA3) e Santander (SANB11) são destaques de empresas

Weg (WEGE3), CSN (CSNA3) e Santander (SANB11) são destaques de empresas
Weg. Foto: Reprodução Twitter

Nos destaques de empresas desta quarta-feira (28) chama a atenção do mercado a Weg (WEGE3), que teve lucro líquido de R$ 1,1 bilhão no segundo trimestre, alta de 120,6% na comparação com o mesmo período em 2020.


Além da Weg, entre os destaques de empresas está também a CSN (CSNA3), que obteve um lucro líquido de R$ 5,5 bilhões no segundo trimestre, alta de 1.136%. Já o Santander (SANB11) lucrou R$ 4,1 bilhões e chega a 50 milhões de clientes no período.

Por sua vez, o lucro da Assaí (ASAI3) registrou lucro líquido de R$ 305 milhões, o que equivale a um crescimento de 62%.

Veja os destaques de empresas:

Weg

A Weg teve um lucro líquido de R$ 1,1 bilhão no segundo trimestre de 2021, alta de 120,6% em comparação com o mesmo período do ano passado. O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) somou R$ 1,3 bilhão, avanço de 90,2% na comparação anual.

De acordo com a Weg, o lucro líquido foi positivamente impactado pelo reconhecimento dos créditos tributários referente à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e Confis. Além dos efeitos no Ebtida, que tiveram um impacto positivo no resultado financeiro, de R$ 129,9 milhões, e um aumento no imposto de renda auferido destes créditos, de R$ 147,5 milhões.

CSN

A CSN anotou um lucro líquido de R$ 5,513 bilhões, alta de 1.136%, ou quase 12 vezes maior que os R$ 446 milhões registrados em igual período do ano passado. Em relação ao primeiro trimestre anterior, houve queda de 3% no lucro líquido.

A alta do lucro foi impulsionada pela receita líquida da companhia, que ao final do segundo trimestre somou R$ 15,4 bilhões (+147%), com maior volume de venda no mercado interno.

Santander

O lucro líquido gerencial do Santander atingiu R$ 4,17 bilhões, maior patamar histórico, equivalente a um avanço de 98,4% sobre os R$ 2,1 bilhões reportados 12 meses atrás.

O lucro do Santander ainda ficou 5,4% acima do reportado no primeiro trimestre deste ano, período em que a segunda onda da pandemia do novo coronavírus no Brasil ainda estava no início. Segundo o banco, o período também registrou um recorde de aquisição e aumento da vinculação de clientes, alcançando 50 milhões. Foram mais de 500 milhões de acessos por mês nos canais da instituição.

Assaí

O Assaí registrou lucro líquido de R$ 305 milhões, o que equivale a um crescimento de 62% ante o mesmo período de 2020.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado no período foi de R$ 793 milhões, um avanço de 33%, com margem de 7,9%, um ganho de 0,7 ponto porcentual. No entanto, a companhia teve reconhecimento de créditos fiscais no trimestre, devido à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a inconstitucionalidade da inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS e da COFINS. Assim, em 30 de junho de 2021, a companhia registrou contabilmente o crédito de R$ 62 milhões.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia, como a Weg que deve ser foco dos investidores.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se