Via (VIIA3) dispara 10% e lidera altas do Ibovespa em dia positivo; entenda

Via (VIIA3) dispara 10% e lidera altas do Ibovespa em dia positivo; entenda
Antes da Black Friday, dados recentes do varejo demonstram encolhimento do setor - Foto: Divulgação/Via

Em dia positivo generalizado na Bolsa brasileira, a Via (VIIA3) chegou a disparar 10% e lidera as altas do Ibovespa. O índice sobe cerca de 1,6%, a pouco mais de 110 mil pontos, se recuperando da derrocada na véspera.

As ações da Via operam com o otimismo dos investidores acerca de um novo recorde da companhia. A varejista atingiu a marca de 100 mil vendedores em sua plataforma digital. O crescimento foi de aproximadamente 10 vezes em nove meses.

Dessa forma, a empresa chega ao mesmo patamar de suas concorrentes diretas, Magazine Luiza (MGLU3) e Americanas (AMER3), em número de sellers.

O mercado olha com carinho o avanço das empresas ligadas ao e-commerce na captação de vendedores para sua plataforma. Quanto mais profissionais vendendo produtos no site, mais haverá um efeito rede sobre os clientes.

Além disso, a robustez das plataformas criadas pelas varejistas significa um ecossistema bem sucedido. Isso abre chance de novas frentes de negócios, como serviços financeiros. Isso a Via já tem, com o banQi.

Até o fim deste ano, os seguintes serviços estarão disponíveis no marketplace da Via:

  • Crédito para os sellers e os clientes do sellers;
  • Receita de serviço de publicidade; e
  • Treinamento específico para os sellers.

Segundo a empresa, a escalada do número de vendedores aconteceu em tempo recorde no mercado brasileiro. A estimativa da varejista, de chegar a 90 mil sellers até o fim de 2021, foi amplamente superada.

Com a disparada, o mercado prevê que a dona das Casas Bahia chegue a 120 mil vendedores no seu marketplace até o final deste ano.

“A evolução do número de SKUs (Stock Keeping Unit ou Unidade de Manutenção de Estoque, em português) também segue de forma exponencial: de 3 milhões no início do ano para 33 milhões em setembro”, comenta a varejista.

Via acirra guerra à procura de sellers

O Magalu atingiu a marca de 100 mil sellers no último fim de semana. E empresa destacou que todos os seus vendedores emitem nota fiscal.

Por conta disso, a companhia disse que até poderia ter mais lojistas, mas prefere manter um processo minucioso de avaliação dos vendedores.

Via, Magalu e Americanas se mostram ativas para fazer frente ao Mercado Livre (MELI34), uma vez que o Brasil é o principal mercado da empresa argentina — que se tornou a mais valiosa da América Latina.

Cotação de VIIA3

A volatilidade da cotação da Via também é resultado de uma série de recomendações acerca das ações da empresa.

Recentemente, o BofA rebaixou a recomendação de compra para neutra, processo inverso do BB Investimentos e Ativa Investimentos.

Por volta das 13h50 desta terça-feira, os papéis da Via subiam 9,51%, para R$ 8,64, recuperando parte do terreno perdido nos últimos 12 meses (-50%). A empresa vale R$ 13,48 bilhões na B3.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!