Grana na conta

XP corta preço-alvo da Taesa (TAEE11), mas ainda acredita em bons dividendos

A XP reduziu o preço-alvo para ações da Taesa (TAEE11), de R$ 38,00 para R$ 36,00. Com recomendação neutra para a empresa de energia elétrica, a research estima um potencial de valorização de +1,9% para os papéis da companhia.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Em seu novo relatório sobre o setor das elétricas, a XP Research ainda fez uma projeção de Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da TAEE11 mais enxuto no ano, de R$ 1,957 milhões em 2024, queda de 4% em relação aos R$ 2,043 milhões em 2023.

Segundo os analistas da XP, Maíra Maldonado e Vladimir Pinto (CFA), que assinam o relatório, a alta qualidade da Taesa já está precificada. A taxa interna de retorno (TIR) está alavancada na casa dos 5,9%, enquanto outros pares do setor de transmissão de energia então em 7,2%, o que os tornam mais atrativos.

“No entanto, acreditamos que a Taesa será capaz de manter os níveis de distribuição de dividendos”, afirmam os analistas da XP.

Além disso, os analistas apontam que os ativos da Taesa seguem regulações mais transparentes em comparação com concessões mais antigas, como da Isa Cteep (TRPL4).

Ainda compara-se que:

  • A margem de EBITDA da Taesa é alta, devido à sua operação de ativos mais jovens, em relação aos seus pares;
  • A empresa tem um portfólio de transmissão puro, comparado com a Alupar;
  • É rigorosa sobre a sua aplicação de custos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

XP vê boa oportunidade de dividendos na Taesa e outras elétricas

Otimistas em relação à manutenção de pagamentos de dividendos da Taesa, os analistas comentam que é possível que a empresa tenha que reforçar sua posição de caixa para garantir novos investimentos e crescimento.

Com classificação neutra para as três pares do setor, a XP precifica a Alupar (ALUP11) com um upside de 18,2%, com target price de R$ 36,00 por ação, a Isa Cteep (TRPL4) a 6,1% e preço-alvo R$ 26,00 por ação e a Taesa (TAEE11) a 1,9%, com R$ 36,00 por unidade.

A XP avalia que o setor deve manter uma competitividade acirrada, enquanto há muitas oportunidades de expansão no território. Estas estão principalmente na região Nordeste, onde novas capacidades de energia renovável estão sendo desenvolvidas.

“Dito isso, não esperamos que as empresas cobertas neste relatório sejam os principais beneficiários desse crescimento”, reforçam os analistas.

Cotação da Taesa (TAEE11)

Na última sexta-feira (15), as ações da Taesa fecharam o mercado cotadas a R$ 35,33, após uma leve queda de 0,37%. Na semana, as ações acumularam uma queda de 0,23%.

Cotação taee11

Gráfico gerado em: 18/03/2024
5 Dias

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Camila Paim

Compartilhe sua opinião