Shopee expande negócios no Brasil com mais 5 centros de distribuição

A plataforma de e-commerce de Singapura, a Shopee, decidiu aumentar sua logística no Brasil com mais cinco centros de distribuição nos últimos meses, dentro do modelo “cross-docking”, de acordo com apuração do Valor Econômico.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/06/Lead-Magnet-1420x240-3.png

A Shopee não informou os valores do investimento.

O modelo cross-docking funciona da seguinte forma: a partir do momento que o cliente compra um produto na plataforma de e-commerce, ele é enviado ao centro de distribuição, e por meio de um sistema de redistribuição, é enviado ao cliente, sem manter o produto por um longo período de tempo dentro do armazém.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

Conforme a reportagem, os centros estão em São João do Meriti (RJ), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Contagem (MG) e Santana do Parnaíba (SP). Nestes três últimos municípios, a nova estrutura começou a operar em junho.

A companhia informou ainda que o primeiro centro inaugurado no Brasil, em Barueri (SP) está temporariamente fora de operação devido a planos de modernização. Agora, o CD de Santana do Parnaíba atende a demanda da região.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

O objetivo da Shopee com os novos CDs é aprimorar o processo de envio dos produtos e reduzir prazos, uma vez que o e-commerce possui um alto volume de vendas de mercadorias a um preço unitário baixo. Por conta desse fator, há um giro maior de milhares de produtos ao dia, consequentemente necessitando de um sistema mais robusto de distribuição.

Alguns parceiros da empresa comunicaram que com o aumento intenso nas vendas em datas comemorativas trouxe gargalos no sistema de entrega, e a Shopee relatou a eles a previsão de mais investimentos na estrutura.

A equipe de Research da Ativa Investimentos acredita que a melhoria dos processos logísticos da Shopee no Brasil exerce impacto negativo sobre as varejistas nacionais, de forma indireta. “Uma das vantagens competitivas das nacionais em relação à companhia de Singapura é a sua malha logística mais evoluída, que permite que as entregas sejam feitas com mais rapidez e segurança”, afirmam os analistas.

Portanto, com os investimentos feitos pela Shopee, seus gargalos logísticos deverão ficar menos significativos, o que reduz a vantagem das nacionais.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop-1.jpg

A empresa possui cerca de 10 parceiros logísticos, além dos Correios. Há mais de 150 vagas abertas na Shopee em logística. Entretanto, o site Layoffs Brasil indica que a companhia de varejo demitiu aproximadamente 50 pessoas em junho deste ano.

O movimento da Shopee ocorre durante um ambiente mais desafiador para outras empresas de varejo online, sendo por aumento da taxa de juros ou revisão de despesas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Victória Anhesini

Compartilhe sua opinião