Radar: Movida (MOVI3) reabre bonds, Minerva (BEEF3) investe em startup e Ambipar (AMBP3) compra empresa canadense

Radar: Movida (MOVI3) reabre bonds, Minerva (BEEF3) investe em startup e Ambipar (AMBP3) compra empresa canadense
Movida (MOVI3). Foto: Reprodução Facebook

A Movida (MOVI3) informou que sua subsidiária Movida Europe precificou sua nova emissão de títulos de dívida no mercado internacional no valor total de US$ 300 milhões (mais de R$ 1,5 bi).

De acordo com o Broadcast, os bonds têm compromissos de sustentabilidade. A Movida atraiu demanda de US$ 800 mi ao anunciar a reabertura de seus bonds.

Os bonds serão remunerados à taxa de 5,250% ao ano, e o vencimento será em 8 de fevereiro de 2031. Além disso, os papéis serão garantidos pela Movida Participações, Movida Locação de Veículos e Movida Locação de Veículos Premium.

A companhia ainda explica que as Notes representam uma emissão adicional e formarão uma série única fungível com a emissão de 8 de fevereiro também em 2031, no valor de US$ 500 milhões (mais de R$ 2,5 bi).

A liquidação da oferta está marcada para 15 de setembro deste ano. O valor principal total em aberto das notas de 5,250% da Movida Europe será de US$ 800 milhões (R$ 4 bi).

Veja outras notícias que ficaram no radar nesta quarta-feira:

Minerva (BEEF3) pretende investir US$ 3 milhões na Traive

  • A Minerva (BEEF3) pretende investir US$ 3 milhões na  Traive.
  • A nova rodada de captações (Séries A) da startup do setor agrícola totalizará US$ 15 milhões.
  • A Traive foi fundada em 2018 com o objetivo de oferecer um conjunto de soluções financeiras para produtores rurais de pequeno e médio porte,  através de inteligência artificial e análise avançada de dados.
  • Hoje, a startup já atua no Brasil e nos Estados Unidos, ao passo que seu portfólio conta com soluções para cadeias produtivas das principais commodities agrícolas.

BRF (BRFS3) investirá R$ 10 mi para avançar na rastreabilidade de grãos

  • A BRF (BRFS3)  investirá aproximadamente R$ 10 milhões, até o final deste ano, em atualização e implementação de novas tecnologias para avançar na rastreabilidade dos grãos comprados pela companhia.
  • Essas medidas fazem parte de um projeto nomeado Jornada Commodities 4.0 e o valor está previsto dentro dos R$ 700 milhões que serão utilizados para a transformação digital da BRF nos próximos quatro anos.
  • a empresa reitera o compromisso de mapear a origem de 100% dos grãos da Amazônia e do Cerrado até 2025, além do cumprimento de sua Política de Compra de Grãos Sustentáveis.
  • O investimento também vai contribuir para a meta de zerar o balanço de emissões de carbono até 2040.

B3 (B3SA3) e QR Asset lançam curso gratuito sobre cripto

  • A QR Asset e a B3 (B3SA3) anunciaram uma parceria para lançar o primeiro curso sobre cripto da Bolsa, gratuito e 100% online.
  • O objetivo do “Como Investir em Cripto na bolsa” é educar sobre a classe de ativos, para explorá-la sem correr riscos.
  • Em pré-lançamento a partir de hoje, é possível realizar uma reserva de vaga no site criado pela B3 e pela QR Asset.
  • O curso será dividido em três módulos e terá oito aulas com profissionais e especialistas do mercado de cripto. Quem completá-lo receberá um certificado assinado pela B3.
  • As aulas abordarão desde uma explicação básica do que é Bitcoin até a identificação de riscos associados ao mercado.

Vale (VALE3) mantém ação judicial e resiste em devolver R$ 500 mi de usina parada

  • A Vale (VALE3) anunciou que manterá a ação judicial e a cobrança mensal da hidrelétrica Risoleta Neves, que não entrega energia desde 2015.
  • A decisão ocorre após a mineradora sinalizar que iria dar fim à disputa judicial que trava com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
  • A mineradora já recebeu mais de R$ 500 milhões desde novembro de 2015, por uma geração de energia que nunca entregou a partir das turbinas de sua hidrelétrica Risoleta Neves
  • A a usina, que tem a Vale como sócia,  foi destruída pela lama da tragédia da Samarco em Minas Gerais.

Ambipar (AMBP3) compra empresa canadense em busca de expansão na América do Norte

  • A Ambipar (AMBP3) adquiriu 100% da Emerge Hydrovac, empresa canadense de atendimentos de emergências ambientais e serviços industriais, com foco nos modais rodoviário e industrial.
  • O valor do negócio não foi divulgado.
  • Esta é a nona aquisição da Ambipar na América do Norte, onde o grupo passará a contar com 23 bases e estará presente em 12 estados.
  • A Emerge Hydrovac possui três bases operacionais nos estados de British Columbia e Alberta, no Canadá e teve faturamento de US$ 6,5 milhões canadenses nos últimos 12 meses.
  • A empresa passa agora a se chamar Ambipar Response e contará com a gestão e estratégia do grupo para “impulsionar o seu crescimento no mercado norte-americano”.

Agrogalaxy (AGXY3) adquire 80% da distribuidora de insumos Agrocat

  • A Agrogalaxy (AGXY3) fechou um acordo para adquirir 80% do capital social da distribuidora de insumos agrícolas Agrocat.
  • O contrato prevê o pagamento de R$ 180 milhões pela aquisição e depende do aval das autoridades regulatórias.
  • O negócio representa mais um passo da companhia em sua estratégia de crescimento inorgânico e consolidação, diz a Agrogalaxy.
  • Com a Agrocat, a Agrogalaxy calcula que sua receita anual aumentará para cerca de R$ 5,7 bilhões, dos quais R$ 3,8 bilhões correspondem aos insumos agrícolas.

Petrobras (PETR4) abre teaser para venda de dois campos na Bacia de Santos

  • A Petrobras (PETR4) abriu a etapa de divulgação de oportunidade, conhecida como teaser, para a venda de sua participação nos campos de Uruguá e Tambaú, na concessão BS-500, localizada na Bacia de Santos. Em ambos a fatia detida é de 100%.
  • No ano passado, a produção foi de cerca de 5 mil barris por dia de óleo e 918 mil m3/dia de gás.
  • Os campos estão situados na porção norte da Bacia de Santos, entre 140 e 160 km da costa do Estado do Rio de Janeiro, em lâmina d’água que varia de 1.000 a 1.500 metros.
  • A concessão foi adquirida por meio da Rodada Zero da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Da Movida à Petrobras, essas foram as empresas que se destacaram hoje. Para ler todas as matérias clique aqui.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!