Quanto rende a renda fixa com a Selic a 12,25% ao ano?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central realizou um novo corte de 0,5 ponto percentual na Taxa Selic nesta quarta-feira (1º), que passou de 12,75% para 12,25% ao ano.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Essa queda na Selic já era prevista por grande parte do mercado e a decisão se deu de forma unânime pelo comitê do Banco Central. Para as próximas reuniões, o comunicado do BC sinalizou mais uma redução na taxa básica de juros de mesma magnitude. “Este é o ritmo apropriado de política contracionista necessária a processo desinflacionário”, destaca o documento do Copom.

As movimentações da Taxa Selic impactam não apenas a economia brasileira, mas também o retorno dos investimentos de renda fixa, como a poupança, o Tesouro Selic e os CDBs de bancos e instituições financeiras, por exemplo, que perdem atratividade conforme novos cortes são realizados na taxa básica de juros. Mas quanto rende a renda fixa com a Selic a 12,25% ao ano?

Quanto rende a renda fixa com a Selic a 12,25% ao ano?

O rendimento da poupança tem uma dinâmica diferente de outras aplicações de renda fixa. Quando a Taxa Selic é maior que 8,5% ao ano, ela tem um retorno de 0,5% ao mês e de 6,17% ao ano somado à Taxa Referencial (TR).

Para os próximos 12 meses, a Taxa Referencial projetada é de 2%. Nesse cenário, o retorno da poupança ficaria em 8,17% ao ano, gerando R$ 81,70 a cada R$ 1000 aplicados nesse período. Esse rendimento é isento de Imposto de Renda (IR), conforme legislação aplicável.

Com a taxa básica de juros em 12,25% ao ano, os títulos do Tesouro Selic com vencimento em 2026 têm uma rentabilidade bruta anual de Selic + 0,0306%, ou seja, 12,2806% ao ano, segundo dados do Tesouro Direto. Nesse caso, a cada R$ 1000 investidos, o ganho anual seria de R$ 122,80, ou de R$ 101,31 considerando uma alíquota de 17,5% de Imposto de Renda.

Os Certificados de depósito bancário, mais conhecidos como CDBs, possuem um retorno variável conforme o prazo de vencimento e de resgate do valor aplicado e da instituição financeira ou banco em que o título é comprado pelo investidor.

Considerando um CDB que rende 100% do CDI, a rentabilidade anual com a nova Selic seria de 12,15% ao ano. Assim, a cada R$ 1000 aplicados o retorno bruto é de R$ 121,50, ou de R$ 100,23 com a alíquota de 17,5% de IR.

Um CDB com retorno de 110% do CDI traria uma rentabilidade de 13,365% ao ano, gerando um ganho bruto anual de R$ 133,65 a cada R$ 1000 investidos, equivalente a R$ 110,26 líquido de IR.

Outros exemplos de investimentos de renda fixa são as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). Considerando que esses títulos são isentos de Imposto de Renda e tendo como base um retorno de 98% do CDI, o retorno dessas aplicações com a nova Selic é de 11,907% ao ano. Investindo R$ 1000, o lucro do investimento é de R$ 119,07.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno