Magazine Luiza (MGLU3) atinge mínima do ano, o aguardado IPO do Nubank e os dividendos da CPFL (CPFE3): Veja as 5 notícias mais lidas

Magazine Luiza (MGLU3) atinge mínima do ano, o aguardado IPO do Nubank e os dividendos da CPFL (CPFE3): Veja as 5 notícias mais lidas
Magazine Luiza (MGLU3).

Essa foi uma semana agitada para o mercado. Várias ações brasileiras, incluindo a do Magazine Luiza (MGLU3), atingiram na última quinta-feira (21) a mínima em um ano, em meio ao nervosismo do mercado com as incertezas fiscais.  Assim, essas ações do Ibovespa ficaram entre as notícias mais lidas da semana.

Além das ações do Magazine Luiza, outras 18 ações do Ibovespa atingiram mínimas do ano no ‘Waiver Day’.

O Nubank também ficou sob os holofotes dos investidores, com o mercado esperando que sua oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) aconteça a partir do fim de novembro.

Durante a semana também foram bem acessadas as notícias sobre os dividendos da CPFL Energia (CPFE3), sobre a retirada da proposta de tributação de dividendos do texto da reforma do Imposto de Renda (IR) e sobre o Auxílio Brasil.

Veja abaixo o resumo das principais notícias da semana e acesse os links para ler o texto completo. Bom final de semana.

CPFL (CPFE3) pagará dividendos

A CPFL Energia (CPFE3) anunciou que  parcelará em três vezes o pagamento dos dividendos de R$ 1,7304958711 bilhão anunciados no último 12 de agosto, com o primeiro desembolso previsto para este mês de outubro. Assim, a companhia ganhou um lugar entre as notícias mais lidas, assim como o Magazine Luiza.

O pagamento da primeira parcela de dividendos da CPFL, no montante de R$ 500 milhões, ocorrerá em 22 de outubro. O da segunda, também de R$ 500 milhões, acontecerá no dia 16 de novembro. E o da terceira parcela, de R$ 730,4958711, será realizado até 31 de dezembro.

O primeiro e o segundo pagamentos correspondem cada um a R$ 0,433931936 por ação ordinária de emissão de companhia elétrica, enquanto o último é equivalente a R$ 0,633970975 por papel.

Terão direito aos dividendos os investidores detentores de ações da CPFL em 31 de agosto. Os ativos da empresa passaram a ser negociados “ex-dividendo” na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) a partir de  1º de setembro.

Relator retirará tributação de dividendos do texto da reforma do IR

A proposta de tributação de dividendos e lucros será retirada do texto da reforma do Imposto de Renda (IR), segundo disse o relator do projeto no Senado, Angelo Coronel (PSD-BA), na segunda-feira (18).

Ao participar de uma live promovida pelo Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa),o relator da proposta de reforma do imposto de renda afirmou: “Tributação de lucros e dividendos? Isso aí está fora, jamais.”

Na avaliação do senador, a tributação de dividendos e lucros levaria ao “maior contencioso tributário da história”. Além disso, Coronel criticou o projeto, que considerou como “peça eleitoreira”.

Assim como Magazine Luiza, IPO do Nubank fica entre mais lidas

Aassim como o Magazine Luiza, o IPO do Nubank ficou entre as notícias mais lidas nessa semana.

A abertura de capital do Nubank deve acontecer a partir do fim de novembro e o banco digital deve ter um valor de mercado entre US$ 50 bilhões e US$ 70 bilhões, bem menor do que a expectativa do mercado de US$ 100 bilhões. O IPO acontecerá na Bolsa de Valores dos Estados Unidos, a Nasdaq, e no Brasil (B3), com o lançamento de Brazilian Depositary Receipts (BDRs). A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Segundo o veículo, como o Nubank optou por fazer listagem no exterior e lançamento de BDRs de forma simultânea, o cronograma foi impactado. Mas em algumas semanas o prospecto do banco digital deve se tornar público no órgão regulador do mercado de capitais dos EUA, a SEC.

Com o valor de mercado acima de US$ 50 bilhões, a fintech desbanca os bancos tradicionais brasileiros listados nos EUA. O Itaú (ITUB4) é avaliado em US$ 42 bilhões e o Bradesco (BBDC4) vale US$ 34 bilhões.

Magazine Luiza e ações cobiçadas do Ibovespa atingem mínimas do ano

Na última quinta-feira, várias ações brasileiras do Ibovespa atingiram na quinta (21) a mínima em um ano. Entre elas estão o Magazine Luiza (MGLU3), que chegou à mínima de R$ 12,28 e a Via (VIIA3), que bateu no piso de R$ 6,87 neste ‘Waiver Day’.

As outras empresas do Ibovespa que atingiram a menor cotação em um ano nesta quinta foram:

Governo quer Auxílio Brasil até o fim de 2022

A quinta notícia mais lida da semana foi sobre o presidente Jair Bolsonaro que afirmou que preparava um anúncio sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial.

O governo estudava juntar os programas sociais Auxílio Brasil, novo Bolsa Família, e Auxílio Emergencial para chegar ao valor de R$ 400 em subsídio financeiro no próximo ano.

O estudo é feito pensando no fim do auxílio emergencial, que já está na sua última parcela, e no fortalecimento da popularidade do presidente, visando a reeleição em 2022.

A combinação dos programas sociais elevaria o auxílio para, em média, R$ 400 durante todo o ano de 2022. Nesse modelo, um dos benefícios estaria dentro do teto de gastos e o outro fora.

Do Magazine Luiza ao Auxílio Brasil, essas foram as 5 notícias mais lidas da semana. Para ler todas as notícias do SUNO Notícias, clique aqui ou nos siga no Instagram e Twitter.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!