Méliuz (CASH3) dispara 27% e Prio (PRIO3) avança 23%; Veja as ações que mais subiram em julho e os motivos

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores brasileira, terminou o mês de julho em alta de 3,27%, aos 121.942,98 pontos. A máxima mensal foi de 123.009,90 pontos, enquanto a mínima registrada foi de 118.092,02 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Assim, o índice de ações terminou com o maior fechamento mensal desde junho de 2021, ou seja, em mais de 2 anos, registrando também o quarto mês seguido de alta, após a última queda ter sido vista em março de 2023.

Alguns dos fatores que impactaram positivamente o Ibovespa nesse período foi o aumento da perspectiva de queda da taxa básica de juros (Selic) na próxima reunião do Copom, assim como o avanço na cotação das commodities. A próxima reunião do Copom do Banco Central acontece amanhã (2).

As ações de construtoras tiveram expressivos ganhos durante o mês de julho, assim como as petroleiras. Já nas quedas, um dos destaques ficou com o setor de companhias áreas, embora tenham subido bastante ao longo de 2023.

Em suma, as maiores altas de ações do Ibovespa em julho foram:

  • Méliuz (CASH3): +27,14%
  • Prio (PRIO3): +23,03%
  • Carrefour (CRFB3): +22,50%
  • MRV (MRVE3): +20,14%
  • 3R Petroleum (RRRP3): +19,10%

Méliuz (CASH3)

As ações do Méliuz (CASH3) tiveram uma alta de mais de 27% ao longo do mês de julho, com o mercado apostando na queda da Selic para a próxima reunião do Copom. Essa foi a maior alta mensal do papel desde julho de 2021.

A maior alta diária do mês para o Méliuz ocorreu após o BTG Pactual continuar recomendando compra das ações da empresa, depois de ter realizado uma reunião com executivos da companhia.

Os executivos do Méliuz acreditam que, com um cenário macroeconômico mais favorável e com a obtenção dos primeiros resultados do acordo com o BV, a empresa poderá ter números melhores ao longo do segundo semestre de 2023.

Prio (PRIO3)

As ações da Prio (PRIO3) tiveram ganhos de 23% em julho, em meio ao avanço da cotação do petróleo, que subiu pela 5ª semana seguida, enquanto o mercado espera novos cortes na oferta e uma demanda relevante pela commodity.

No setor de óleo e gás, a Prio se tornou uma das “queridinhas” dos analistas, como do Bank of America, que aumentou o preço-alvo da ação de R$ 54 para R$ 55, um reajuste equivalente a 1,85%.

No radar dos investidores está a divulgação dos novos resultados trimestrais da Prio, que deve acontecer amanhã (2). A XP espera melhores números para a empresa, com o crescimento de sua produção.

Carrefour (CRFB3)

As ações do Carrefour (CRFB3) subiram 22,5% em julho, apesar da queda de mais de 95% no seu lucro líquido ajustado no segundo trimestre de 2023, quando comparado ao mesmo período de 2022.

Em meio aos resultados fracos no segundo trimestre, o Itaú BBA pondera que os números vieram acima da expectativa do banco. A empresa ainda “sofre” com o contexto macroeconômico atual e com lucros reduzidos do BIG. A expectativa, porém, é que no ritmo que o Carrefour segue, ele poderia ter um resultado operacional melhor nos próximos trimestres.

MRV (MRVE3)

A MRV (MRVE3) teve uma alta de mais de 20% no mês de julho, em meio às expectativas mais positivas após a empresa arrecadar R$ 1 bilhão em uma oferta de ações. Além disso, a companhia trabalha para diminuir sua alavancagem atual.

Outro ponto que pesa a favor das ações da MRV são as expectativas de um melhor momento com o Minha Casa Minha Vida (MCMV). O Goldman Sachs tem recomendação neutra para as ações, mas que foi elevada da recomendação anterior de venda.

O Bradesco BBI mantém uma recomendação equivalente à compra dos papéis e ainda aumentou o preço-alvo de R$ 16 para R$ 20, tendo um potencial de alta de 41%.

3R Petroleum (RRRP3)

As ações da 3R Petroleum (RRRP3) subiram 19% em julho, em linha com o avanço da Prio, em meio a alta no preço do petróleo. Além disso, os investidores aguardam a divulgação dos próximos resultados da companhia, que deve acontecer no dia 8 de agosto.

Os analistas da XP esperam um possível crescimento da receita líquida e do Ebitda da 3R Petroleum com o Cluster Potiguar. Assim, as ações da 3R foram um dos 5 principais destaques do Ibovespa em julho.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-4.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião