Localiza (RENT3): Conselho aprova combinação de negócios com a Unidas

Localiza (RENT3): Conselho aprova combinação de negócios com a Unidas
Localiza (foto: divulgação)

O Conselho de Administração da Localiza (RENT3) aprovou, em reunião realizada na última quinta-feira (8), a proposta de combinação de negócios com a Unidas, anunciada em 22 de setembro. No mesmo encontro, foi marcada uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para 12 de novembro com o intuito de deliberar sobre a incorporação de ações.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

A proposta do CDA da Localiza, que será apresentada para aprovação dos acionistas da companhia na AGE, prevê ainda um corte no número de membros do Conselho de Administração da empresa no mandato atual de sete para seis membros.

A Unidas, em fato relevante publicado nesta sexta-feira, informou que a incorporação de ações tem por objetivo “promover a combinação dos negócios das companhias para atuar com mais eficiência em um setor em evolução, altamente dinâmico e competitivo, com
investimentos em inovação e diversificação do portfólio de produtos e serviços, gerando benefícios aos seus respectivos negócios, acionistas, clientes e demais stakeholders”.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

De acordo com a Unidas, a integração dos negócios com a Localiza promoverá sinergias e aumentos de eficiência na “Companhia Combinada” após a incorporação de ações.

A administração da Unidas informou que os custos a serem arcados pela companhia para realização da incorporação de ações ficarão próximos de R$ 15 milhões incluídas as despesas com publicações, auditores, avaliadores, advogados e outros profissionais contratados para assessoria na operação.

A Unidas destacou ainda que não vê riscos significativos em decorrência da consumação da incorporação de ações. Assim, segundo a empresa, o sucesso do negócio irá depender, principalmente, da habilidade da empresa combinada com a Localiza de realizar oportunidades de crescimento e economias de custo resultantes da combinação dos negócios. Vale destacar que a operação ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Com informações do Estadão Conteúdo

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião