JGPX11: Fiagro da JGP busca captação de R$ 70 milhões em 2ª emissão de cotas

A gestora JGP anunciou que fará a segunda emissão de cotas do seu Fundo de Investimento do Agronegócio, Fiagro, JGPX11. Em uma oferta com esforços restritos de colocação, o fundo busca uma captação de R$ 70 milhões, com a coordenação do Banco Daycoval.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

A segunda emissão de cotas do Fiagro JGPX11 irá ofertar 729.319 novas cotas, valendo R$ 99,16 cada, aos investidores atuais do fundo e a investidores qualificados (aqueles com mais de R$ 1 milhão em ativos do mercado de capitais).

Este preço por cota do Fiagro da JGP já considera dos 3,31% de taxa de emissão, correspondente a R$ 3,18 do valor total. Com isso, o valor da cota JGPX11 que irá ser considerado no patrimônio do fundo é de R$ 95,18.

Segundo o fato relevante da JGP, o período de exercício de direito de preferência aos cotistas do Fiagro será entre os dias 12 e 26 de abril na Bolsa, e até 27 de abril junto ao escriturador.

O JGPX11 possui 2.769 cotistas e um patrimônio líquido de R$ 81,4 milhões. O valor patrimonial por cota está em R$ 95,90, mas o valor dos papéis no mercado são negociados com ágio de 3,4%, aos R$ 99,15.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

Estratégia de alocação de ativos do JGPX11

Segundo a gestora, a segunda emissão de cotas do JGPX11 tem como objetivo a captação de recursos para a compra de novos ativos “compatíveis com a política de investimentos do fundo”.

Por ser um “fiagro de papel“, a carteira do fundo investe em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs), Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FDICs) e debêntures.

Segundo o último relatório gerencial do JGPX11, o portfólio atual de ativos conta com 11 ativos, sendo 94,6% deles títulos de crédito do agronegócio. Nomes como Cosan (CSAN3), Minerva (BEEF3) e Syngenta aparecem como emissores das dívidas investidas.

O principal indexador de referência do Fiagro da JGP é o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que acompanha a taxa básica de juros do Brasil. A taxa média da carteira é de CDI +3,6%, com um duration (prazo médio de recuperação do investimento feito ao adquirir o papel) de 2,4 anos.

Nos últimos quatro meses, o fundo do agronegócio pagou rendimentos acima de 1% aos seus cotistas. A próxima distribuição do JGPX11 será referente a março, no valor de R$ 1,20, equivalente a um dividend yield de 1,22%. O pagamento está previsto para 14 de abril.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Planilha-controle-de-gastos.png

Monique Lima

Compartilhe sua opinião