Itaúsa (ITSA4) anuncia novo pagamento de JCP e capital social aumentará R$ 877 milhões; veja valores

O conselho de administração da Itaúsa (ITSA4) deliberou um novo pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) aos seus investidores.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

O pagamento dos juros sobre capital próprio da Itaúsa será feito em 2 de outubro de 2023, a título de antecipação do dividendo obrigatório do exercício deste ano.

O valor dos JCP da Itaúsa será de R$ 0,0235295 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, gerando juros líquidos de R$ 0,02 por ação. A exceção dessa tributação ocorre no caso dos investidores pessoas jurídicas que comprovarem ser imunes ou isentos.

Os novos proventos da Itaúsa têm como base de cálculo a posição acionária ao final do dia 17 de agosto de 2023. Além desse pagamento, no dia 2 de outubro também ocorrerá a distribuição dos JCP já declarados pelo conselho nas reuniões de 15 de agosto, 10 de novembro e 1º de dezembro de 2022.

Confira a seguir os proventos que serão pagos nesse dia, datas de corte e os valores brutos e líquidos por ação.

Data de corteValor bruto por açãoValor líquido por ação
18 de agosto de 2022R$ 0,0494R$ 0,04199
18 de novembro 2022R$ 0,05154R$ 0,043809
8 de dezembro de 2022R$ 0,0445R$ 0,037825
17 de agosto de 2023R$ 0,0235295R$ 0,02

Com isso, a soma dos juros sobre capital próprio da Itaúsa pagos nesse dia será de R$ 0,1689695 por ação em valor bruto e R$ 0,143624 por ação em valor líquido.

JCP da Itaúsa

  • Datas de corte: 18 de agosto de 2022, 18 de novembro 2022, 8 de dezembro de 2022 e 17 de agosto de 2023
  • Data de pagamento: 2 de outubro de 2023
  • Valor bruto por ação: R$ 0,1689695
  • Valor líquido por ação: R$ 0,143624

Itaúsa anuncia aumento de capital social; confira o valor

A Itaúsa também divulgou que terá um aumento de capital social, que vai passar de R$ 63,5 bilhões para R$ 64,377 bilhões, uma diferença de R$ 877 milhões.

Serão emitidas mais de 134,92 milhões de novas ações da Itaúsa, do tipo escriturais e sem valor nominal. Desse total, mais de 46,366 são ações ordinárias, enquanto 88,556 milhões são ações preferenciais.

O preço de emissão vai ser de R$ 6,50 por ação, baseado na média ponderada das cotações das ações preferenciais negociadas nos últimos 84 pregões e aplicado um deságio de 30%. O dinheiro captado será usado para reforçar o caixa da Itaúsa e ampliar o seu nível de liquidez.

Segundo a Itaúsa, o período de exercício do direito de preferência será de 24 de agosto de 2023 a 22 de setembro de 2023, na proporção de 1,39%. A data-base para ter direito de preferência será o final do pregão de 17 de agosto.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião