Semana do Fiagro

IFIX cede 0,21%, com quedas de IRDM11 e XPLG11; BTRA11 cai pelo 2º dia seguido

IFIX cede 0,21%, com quedas de IRDM11 e XPLG11; BTRA11 cai pelo 2º dia seguido
IFIX hoje. Foto: Pixabay

O IFIX, principal índice de fundos imobiliários da bolsa de valores brasileira (B3), encerrou o pregão de hoje (23) em baixa de 0,21%, aos 2.802 pontos, acumulando a segunda desvalorização diária seguida.

A cotação do IFIX alcançou a máxima da sessão, aos 2.812 pontos, enquanto a mínima do dia foi de 2.801 pontos. O FII Brazilian Graveyard and Death Care (CARE11) teve a melhor performance do pregão, com variação de +2,76%. Outro fundo que se destacou foi o HSI Ativos Financeiros (HSAF11), com alta de 1,13%. O fundo imobiliário RCRB11 também ficou entre as maiores altas nesta sessão, com uma alta de 0,93%.

Na ponta negativa, liderou o fundo imobiliário BTG Pactual Terras Agrícolas (BTRA11), registrando queda de 3,11%. Após a existência de um pedido de recuperação judicial do arrendatário de sua propriedade, o fundo teve uma baixa de 19% em dois dias de pregão, sendo o líder de quedas das duas sessões.

Além disso, ficaram entre as maiores quedas do dia os fundos imobiliários Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), XP Log (XPLG11) e Vinci Offices (VINO11), com desvalorizações de, respectivamente, 1,15%, 1,00% e 0,97%.

Com essa nova baixa, o valor do IFIX acumulou no mês de junho uma queda de 0,63%. Na semana, esse desempenho acumulado é positivo em 0,02%, próximo da estabilidade.

Maiores altas do IFIX

  • CARE11: +2,76%
  • HSAF11: +1,13%
  • RCRB11: +0,93%
  • SARE11: +0,78%
  • HGRE11: +0,76%

Maiores baixas do IFIX

  • BTRA11: -3,11%
  • BTAL11: -2,29%
  • SNFF11: -1,75%
  • OUJP11: -1,39%
  • RBRY11: -1,30%

Durante a sessão de hoje (23), cinco fundos imobiliários pagaram dividendos aos seus cotistas, dos quais é possível destacar o Eldorado (ELDO11B), no valor de R$ 6,29 por cota, assim como o RBR Plus Multi (RBRX11), com R$ 2,10 por cota. Além disso, o FII More Gestão Ativa (MATV11) pagou R$ 1,40 por cota e o Mauá High Yield (MCHY11), R$ 1,40. Do mesmo modo, o SIG Capital Recebíveis distribuiu R$ 1,56 por cota. Mas nenhum deles impactam na movimentação do IFIX, já que não fazem parte da carteira teórica do índice.

HSML11 confirma aquisição do shopping Uberaba pelo montante de quase R$ 333 milhões

O fundo imobiliário HSI Malls (HSML11), que faz parte do IFIX, confirmou nesta quinta-feira (23) a compra do shopping Uberaba pelo valor de mais de R$ 330 milhões, através da aquisição das ações das sociedades Jaguara Empreendimentos Imobiliários e JPL Estacionamentos, que são as detentoras da totalidade do shopping. Esse ativo se localiza na cidade de Uberaba, Minas Gerais.

Apesar disso, o FII HSML11 já tinha assinado o compromisso para compra total do espaço com 25 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) ainda no mês de maio, mas sem dizer o nome do ativo. Desse modo, vai haver o pagamento de de quase R$ 333 milhões pelo centro de compras, que teve início no ano de 1999.

O shopping Uberaba tem um total de 188 lojas, assim como 1.190 vagas de estacionamento. Sua localização é na avenida Santa Beatriz da Silva, no bairro de São Benedito, onde se tem um relevante fluxo de veículos e pedestres, conforme anunciado pelo fundo HSML11 ao mercado.

Com essa nova compra, a Área Bruta Locável (ABL) do FII HSI Malls passou de 166 mil para 191 mil metros quadrados. Assim, o fundo vai ter um posicionamento controlado em 7 shoppings centers. O fundo HSML11 faz parte da carteira teórica do IFIX, com participação de 1,145%.

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO