Ibovespa cai com exterior e meta de déficit zero; BRF (BRFS3) salta 10%, Magazine Luiza (MGLU3) lidera perdas, Vale (VALE3) avança e dólar dispara

O Ibovespa abriu a sessão desta segunda-feira (15) em queda, zerou as perdas, mas voltou a cair após o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmar a meta de déficit zero em 2025, contrariando as expectativas por uma meta de superávit. Por volta das 15h15, o índice recuava 0,54%, aos 125.262 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

O mercado hoje fica atento aos desdobramentos do ataque feito pelo Irã contra Israel no final de semana. A escalada do conflito pode causar reflexos no petróleo, dólar e juros, segundo analistas.

No entanto, o petróleo hoje opera em queda de quase 1%, contrariando as expectativas de disparada na commodity.

“Isso passa uma mensagem de que o mercado entrou no final de semana com muito prêmio de risco. Ou seja, já havia precificado um cenário pior, que acabou por não se concretizar”, comenta Beto Saadia, diretor de investimentos da Nomos.

Enquanto isso, os rendimentos dos treasuries nos Estados Unidos disparam cerca de 12 pontos-base, repercutindo as vendas no varejo por lá, que tiveram variação mensal de 0,70% em março, acima do consenso de 0,30%. Por aqui, os juros futuros também sobem, com a expectativa pela divulgação da LDO e da meta fiscal para 2025.

A Petrobras opera em alta nesta segunda, na contramão do petróleo: Petrobras ON (PETR3), +1,04% a R$ 40,72 e Petrobras PN (PETR4), +0,33% a R$ 39,06.

A Vale (VALE3) avança 1,05% a R$ 62,28, seguindo o minério de ferro, que fechou em alta de 2,18% nesta madrugada em Dalian, na China.

A maior alta do Ibov é da BRF (BRFS3), +10,22% a R$ 17,92. Marfrig (MRFG3), +5,53% a R$ 10,50 e JBS (JBSS3), +4,75% a R$ 23,14, completam o top-3.

Na ponta negativa, Magazine Luiza (MGLU3) lidera as perdas do índice Bovespa com -7,83% a R$ 1,53, CVC (CVCB3), -7,14% a R$ 2,08 e Vamos (VAMO3), -6,05% a R$ 7,61.

Mercado em NY

As bolsas de Nova York cam nesta segunda-feira, com a escalada nas tensões no Oriente Médio e as vendas no varejo acima do esperado.

Confira o desempenho do mercado em NY por volta do meio-dia:

  • Dow Jones: -0,53% a 37.780 pontos
  • S&P500: -1,06% a 5.069 pontos
  • Nasdaq: -1,61% a 15.913 pontos

Maiores altas e baixas do Ibovespa

Cotação do dólar

A cotação do dólar hoje salta 1,32% a R$ 5,1852.

O dólar hoje acompanha a escalada dos treasuries nos Estados Unidos, que repercutem as vendas no varejo acima do esperado por lá.

Bolsas asiáticas fecham em queda, de olho no Oriente Médio

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira (15), em meio a preocupações com a situação no Oriente Médio após os ataques lançados pelo Irã contra Israel no fim de semana.

Hoje, o índice japonês Nikkei caiu 0,74% em Tóquio, a 39.232,80 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,72% em Hong Kong, a 16.600,46 pontos. O sul-coreano Kospi cedeu 0,42% em Seul, a 2.670,43 pontos, e o Taiex registrou perda de 1,38% em Taiwan, a 20.449,77 pontos.

No sábado (13), o Irã lançou mais de 300 mísseis e drones contra alvos militares em Israel. A maior parte dos projéteis, no entanto, foi interceptada e os danos foram pequenos. Antes do ataque, que já era esperado, Wall Street sofreu perdas de mais de 1% na sexta-feira (12).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Na China continental, o índice Xangai Composto driblou o mau humor na Ásia e subiu 1,26%, a 3.057,38 pontos, após Pequim divulgar novas diretrizes para os mercados de capitais que enfatizam a proteção a investidores. Já o menos abrangente Shenzhen Composto teve baixa de 0,30%, a 1.702,68 pontos. O banco central chinês, conhecido como PBoC, manteve a taxa da linha de empréstimo de médio prazo em 2,5%, sugerindo que seus juros principais também ficarão inalterados.

No fim da noite de hoje, estão previstos dados do Produto Interno Bruto (PIB) chinês do primeiro trimestre, assim como números da indústria e varejo referentes a março da segunda maior economia do mundo.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho hoje, diante das incertezas no Oriente Médio. O S&P/ASX 200 caiu 0,46% em Sydney, a 7.752,50 pontos.

Último fechamento do Ibovespa

O Ibovespa encerrou a sessão da última sexta-feira (12) em queda 1,14%, aos 125.946 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Guilherme Serrano Silva

Compartilhe sua opinião