Ibovespa fecha em queda de 0,25%, a 104.808,83 pontos

Ibovespa fecha em queda de 0,25%, a 104.808,83 pontos
O Ibovespa abriu em alta nesta quinta, de olho no cenário internacional, principalmente pelo pacote de estímulos.

Ibovespa encerrou o pregão desta quarta-feira (11) em queda de 0,25%, a 104.808,83 pontos.

O Ibovespa hoje abriu em leve queda enquanto os investidores estavam atentos às tensões políticas internas. Na tarde da última terça-feira (10), em um evento sobre a retomada do turismo, o presidente Jair Bolsonaro — um dos poucos representantes do Ocidente que ainda não parabenizaram Joe Biden pela vitória nas eleições presidenciais nos Estados Unidos — fez uma declaração em referência ao futuro mandatário norte-americano.

“Precisamos tomar cuidado com a nossa riqueza, porque tá cheio de malandro de olho nela. Assistimos há pouco um grande candidato à chefia de Estado, dizer que se eu não apagar o fogo da Amazônia levanta barreiras comerciais contra o Brasil”, disse Bolsonaro se referindo a Biden.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

“E como é que podemos fazer frente a tudo isso? Apenas a diplomacia não dá. Não é, Ernesto [Ministro das Relações Exteriores]? Quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, se não, não funciona”, comentou.

Além disso, confira as principais notícias que movimentaram o mercado nessa quarta-feira:

  • Braskem (BRKM5) tem prejuízo de R$ 1,4 bi com provisão em Alagoas
  • Sinqia (SQIA3) tem queda de 25,8% no lucro líquido do 3T20
  • Movida (MOVI3) tem lucro líquido de R$ 37 milhões no 3T20; queda de 38%
  • B3 (B3SA3): Investidores estrangeiros ingressam com maior aporte diário desde 2007
  • Bolsas no exterior
  • Última cotação do Ibovespa 

Braskem (BRKM5)

A Braskem (BRKM5) registou prejuízo de R$ 1,413 bilhão no terceiro trimestre de 2020, agravando as perdas de R$ 888 milhões vistas um ano antes. O resultado é explicado principalmente pela provisão adicional referente ao desastre ambiental de Alagoas, no montante de R$ 3,562 bilhões, e do impacto da variação cambial no resultado financeiro sobre a exposição líquida de US$ 2,679 bilhões.

A receita líquida de vendas da empresa foi de R$ 15,9 bilhões, alta de 20% na comparação anual. Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) recorrente foi de R$ 3,76 bilhões, alta de 129%. Segundo a empresa, o Ebitda foi beneficiado por maiores volumes de vendas de resinas e químicos no mercado brasileiro e pelos melhores spreads de PE.

A alavancagem corporativa da Braskem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda em dólares, foi de 4,98 vezes no terceiro trimestre. No trimestre anterior, era de 7,11 vezes. Um ano antes, a alavancagem era de 4,05 vezes.

Sinqia (SQIA3)

A Sinqia (SQIA3) registrou um lucro líquido de R$ 851 mil no terceiro trimestre deste ano. Esse valor é equivalente a queda de 25,8%, em comparação com o mesmo período no ano passado, quando havia registrado lucro de R$ 1,1 milhão.

A receita líquida registrou recorde de R$ 52,8 milhões, crescimento de 13,8%.Por sua vez, o lucro bruto da Sinqia cresceu 11%, na comparação com o mesmo período em 2019, atingindo R$ 17,5 milhões. Segundo a companhia, essa alta é devido ao avanço nos negócios de software e serviços.

As despesas gerais e administrativas alcançaram R$ 8,6 milhões, queda de 12,5% em relação entre julho e setembro do ano passado. Esse valor representa 16,1% da receita líquida total, o percentual mais baixo da série.

Movida (MOVI3)

A Movida (MOVI3) apresentou, na noite da última terça-feira, seu resultado do terceiro trimestre deste ano. A companhia teve um lucro líquido ajustado de R$ 37,2 milhões, uma baixa de 38,2% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando lucrou R$ 60,2 milhões.

De acordo com a Movida, a receita líquida, por sua vez, atingiu R$ 1,03 bilhão, um crescimento de 3,6% sobre o terceiro trimestre de 2019. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado avançou 13,6%, para R$ 213,2 milhões. Assim, a margem líquida ficou em 3,6%, enquanto a margem Ebitda ajustada foi de 20,6%.

Nos destaques por segmento, o Rent a Car (RAC) registrou um recorde na taxa de ocupação, de 82,7% no terceiro trimestre, um crescimento de 6,6 pontos percentuais na comparação anualiazada. O resultado advém de uma frota total de 67.978 carros, com um ticket médio de R$ 70.

B3 (B3SA3)

A B3 (B3SA3) informou nesta quarta-feira que os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 4,502 bilhões na Bolsa de Valores Brasileira, na última segunda-feira (9). O aporte foi o maior em um único dia em termos nominais, desde 2007, ano em que se inicia a série de dados diários compilados pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

No pregão, o Ibovespa encerrou em alta de 2,57%, aos 103.515,16 pontos, com um forte giro financeiro de R$ 49,1 bilhões. A B3 acompanhou a onda de otimismo no exterior em função das eleições norte-americanas, com a vitória do democrata Joe Biden e além disso, com o anúncio da vacina da Pfizer e da BioNTech contra o novo coronavírus (Covid-19), a qual apresentou eficácia de mais de 90% em testes da fase 3.

Diante do resultado favorável, as carteiras em todo o mundo tiveram um movimento de giro de setores, com ações consideradas “de valor”, como as dos grandes bancos, após fortes perdas que registraram desde o início da crise gerada pela pandemia da Covid-19.

Além do Ibovespa: Bolsas no exterior

Além da cotação do Ibovespa, confira o desempenho dos principais índices acionários no exterior:

Última cotação do Ibovespa

O Ibovespa encerrou as negociações na última terça-feira com uma alta de 1,50%, a 105.066,96 pontos.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião