DIVIDENDOS

Ibovespa abre em queda com prévia do PIB, mas Bradespar (BRAP4) descola e sobe 7%

Ibovespa abre em queda com prévia do PIB, mas Bradespar (BRAP4) descola e sobe 7%
Bradespar (BRAP4) lidera altas do Ibovespa com notícia recente que envolve mudanças no capital e Vale (VALE3) - Foto: Divulgação

Após fechar em queda em um dia de volatilidade, o Ibovespa acumula novas perdas na abertura desta quarta-feira (15). O índice do mercado de ações brasileiro cai a 0,71% aos 115.353 pontos.

O Ibovespa hoje lida com os mercados da Europa e da Ásia em revés, ao passo que os Estados Unidos mantém um premarket positivo. O minério de ferro ainda cai, o que deve penalizar as ações do segmento no pregão, enquanto a cotação do petróleo (Brent e WTI) sobe cerca de 2%.

“Mercados globais estão abrindo mais um dia sem direção única, com investidores avaliando uma nova bateria de dados fracos na China após o CPI americano vir abaixo das estimativas do mercado em agosto”, ressalta a Guide Investimentos.

Enquanto a crise política segue em arrefecimento, com menor tensão institucional, algumas falas ligadas à economia e aos mercados movimentam o noticiário.

No evento MacroDay 2021, promovido pelo BTG Pactual (BPAC11), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que levará a taxa básica de juros (Selic) “até onde for necessário”

“Dizer que vamos fazer o que precisa ser feito para atingir a meta significa que vamos levar a Selic aonde precisar levar. Mas não significa que vamos reagir sempre a dados de alta frequência”, disse Campos Neto, ao afirmar que o BC agirá para controlar a inflação no Brasil.

Em termos de indicadores, a bolsa de valores hoje reage ao Índice de Atividade (IBC-Br), considerado a prévia do Produto Interno Bruto (PIB). O número teve alta de 0,60% em julho ante junho, na série já livre de influências sazonais.

O dado do IBC-Br ficou acima da expectativa da pesquisa da Reuters que apontava para uma ata de 0,4%. Na comparação com o mesmo período de 2020, a prévia do PIB apresentou crescimento de 5,53% e, no acumulado em 12 meses, teve ganho de 3,26%.

Mais tarde, às 12h, o mercado doméstico conta com Confiança do Consumidor Reuters/Ipsos, e às 14h30 com o Fluxo Cambial Estrangeiro, fechando os dados do dia.

No exterior, novos dados sobre a inflação do Reino Unido, em alta de 0,7% do IPC em agosto, deixando o anualizado em 3,2%. Ambos os números ficaram acima do esperado, com projeções para 0,5% e 2,9%, respectivamente.

Os demais países que divulgaram dados semelhantes hoje, como França, Canadá e Itália, tiveram números melhores do que o esperado ou em linha com as expectativas.

Vale frisar que, às 11h30, os EUA também divulgam os Estoques de Petróleo Bruto, dado em que o mercado vê baixa de 3,54 milhões.

Notícias que vão movimentar o Ibovespa hoje

  • Gol fecha acordo e recebe R$ 1 bilhão
  • Bradespar reduzirá capital com ações da Vale
  • Soma e Hering aprovam fusão em AGEs

Gol assina acordo com a American Airlines

Gol (GOLL4) expandiu seu acordo de compartilhamento de voos, conhecido como codeshare com a American Airlines para o patamar de exclusividade pelos próximos três anos.

Esse acordo estipula que a American Airlines terá de investir US$ 200 milhões (R$ 1,05 bilhão) na aérea brasileira, na forma de compra de ações. Serão 22,2 milhões de ações preferenciais recém-emitidas, a US$ 9 (R$ 47,03) por papel.

“Essa exclusividade entre a Gol e a American, aumenta as oportunidades de viagens aos passageiros da Gol, assim como melhora a experiência do cliente e a posição competitiva da Gol nas rotas que conectam as Américas do Sul e do Norte”, informa a aérea em nota à imprensa.

Dito isso, a American Airlines passa a deter uma participação de 5,2% no capital da Gol.

“Acreditamos que o codeshare exclusivo fortalecerá ainda mais a presença da GOL nos mercados internacionais, acelerará nosso crescimento de longo prazo e maximizará o valor para nossos acionistas. Também, ratifica a confiança no crescimento da Companhia conforme a economia reabre e a demanda por viagens aumenta”, afirma o CEO da GOL, Paulo Kakinoff.

Com esse contexto, as ações da Gol sobem 3,7% no Ibovespa hoje.

Bradespar e Vale

Em anúncio na terça (14), a Bradespar (BRAP4) informou ao mercado que pretende reduzir seu capital em R$ 5,26 bilhões. Isso seria realizado através da entrega de ações da Vale (VALE3) aos seus acionistas.

Segundo a empresa, o número de ações da mineradora a ser entregue aos investidores será calculado após a apresentação das demonstrações financeiras de ambas as companhias, na data-base de 30 de setembro.

A Bradespar convocou uma Assembleia Geral Extraordinária para deliberar sobre a proposta, no dia 15 de outubro. A direção compreendeu que o capital social da companhia atual se tornou “excessivo para o desenvolvimento dos negócios” da companhia, além de dificultar o cumprimento dos objetivos sociais.

No comunicado, a Bradespar afirma que “a sociedade tem por objeto social a participação como sócia ou acionista de outras sociedades e, assim, não possui atividade operacional direta” diz a Bradespar”.

“Não há, ainda, no planejamento atual da sociedade, intenção de realização de investimentos que justifiquem a manutenção do capital social no patamar em que se encontra”, segue.

No pregão de hoje, as ações da Bradespar sobem 7% no Ibovespa nesta quarta, ante queda de 1% das ações da Vale.

Fusão do Grupo Soma com Hering

Em fato relevante, o Soma (SOMA3) informou que a fusão de negócios com a Hering (HGTX3) , anunciada em abril e ainda em curso, foi aprovada em assembleias das duas companhias na terça (14).

Após a aprovação, o conselho de administração do Soma se reuniu e decidiu pela confirmação do cumprimento das condições suspensivas previstas no Acordo de Associação e no Protocolo e Justificação da Operação.

Além disso, confirmou o valor da parcela em dinheiro a ser pago aos acionistas da Hering após os ajustes previstos no acordo referente à fusão.

O montante foi firmado em R$ 9,5415843 por ação ordinária, ou seja, de R$ 7,9153303 por ação preferencial resgatável de emissão a ser recebida pelos acionistas da Hering.

As ações da Hering caem 0,17% ao passo que o Soma cai 0,42%, demonstrando que o mercado já digeriu a fusão.

Destaques do Ibovespa

As principais altas no Ibovespa, por volta das 10h30 são:

No mesmo horário, as principais quedas no Ibovespa eram:

Principais índices

Bolsas mundiais

Veja o desempenho dos principais índices acionários no exterior, além do índice Ibovespa:

Última cotação do Ibovespa

No fechamento do pregão de terça (14), o Ibovespa fechou em queda de 0,19%, a 116.181 pontos.

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se