HCTR11 tem resultado de R$ 17 milhões em outubro e é negociado com 19% de desconto

O fundo imobiliário HCTR11 divulgou seu relatório gerencial do mês de outubro, registrando um resultado mensal de R$ 17 milhões e uma reserva de lucros de R$ 7,19 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Esse resultado do HCTR11 representou um avanço de 1,85% em relação ao mês anterior, quando registrou R$ 16,79 milhões.

O fundo distribuiu um dividendo de R$ 24,29 milhões, mantendo o mesmo patamar de pagamento em relação aos dois meses anteriores, no valor de R$ 1,10.

Com esse dividendo do HCTR11, no dia 8 de novembro, o fundo anunciou um dividend yield de 0,90% em relação à cota patrimonial e de 1,09% em relação à cota a mercado, com pagamento de R$1,10 por cota.

O que explica o resultado do HCTR11?

O resultado do período é explicado pelo FII HCTR11 majoritariamente pela variação do IPCA de agosto em -0,36%, e de setembro, em -0,29%.

Devido à cláusula de proteção contra deflação em 100% das operações da carteira do fundo, a correção monetária do saldo devedor se limitou a zero.

Atualmente, o fundo possui um valor de mercado de R$ 2,18 bilhões, equivalente a R$ 98,70 por cota. Já o patrimônio líquido do FII é de R$ 2,68 bilhões, correspondente a R$ 121,56 por cota.

Desse modo, o preço sobre valor patrimonial é de 0,81, mostrando que as cotas do fundo estão sendo negociadas com desconto de 19%.

Como parte da estratégia do gestor do fundo imobiliário HCTR11, o gestor optou por uma distribuição mais conservadora nos últimos meses.

Além disso, o FII está utilizando parte da reserva de resultado acumulada nos meses anteriores para manter um patamar mais estável de dividendos mensais, como forma de contrabalancear os efeitos da deflação nos rendimentos.

Neste mês, foi utilizado pelo fundo HCTR11 parte da reserva de resultado, no valor de R$ 7,2 milhões, com o objetivo de manter a distribuição igual à do mês anterior.

Após o período de 3 meses consecutivos de deflação, em outubro a variação do IPCA divulgada foi de +0,59%.

A variação positiva, segundo a gestão, vai impactar principalmente a distribuição de dezembro, já que nos 15 dias úteis do último mês do ano a correção monetária será influenciada pela variação de outubro, de +0,59%.

Nos demais 8 dias úteis do mês, os dividendos do HCTR11 terão influência da variação de novembro, em que as projeções também preveem uma variação positiva na ordem de 0,45%.

Investimentos do HCTR11

Em outubro, o fundo adquiriu R$ 23,57 milhões. Além disso, vendeu R$ 46,82 milhões em CRIs e R$ 10,49 milhões em FIIs. Todas as alocações feitas pelo FII representaram aumentos de posição em ativos em carteira.

As aquisições do HCTR11 estão divididas com 20% em subordinadas e 80% sênior. Além disso, essa alocação está 67% indexada ao IPCA e 33% ao IGP-M.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Tags
João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno