Dólar encerra em alta de 0,98%, negociado a R$ 5,36

Dólar encerra em alta de 0,98%, negociado a R$ 5,36
Dólar encerra em alta de 0,98%, negociado a R$ 5,36

O dólar encerrou nesta quinta-feira (21) em alta de 0,985%, negociado a R$ 5,3641 na venda.

A moeda norte-americana abriu em queda com o mercado atento as movimentações do novo presidente dos Estados Unidos e também as políticas monetárias do Brasil. Por volta das 9h30 desta manhã, o dólar recuava a 0,71%, negociado a R$ 5,25366.

Os investidores permanecem acompanhando a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que assumiu o cargo na última quarta-feira (20).

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, confira as principais notícias que movimentaram o mercado hoje:

  • Democratas estarão prontos para aprovar pacote fiscal em fevereiro, diz Pelosi
  • NYSE recebe pedido de empresas chinesas para reversão de suspensões
  • Inflação deve aumentar nos próximos meses na zona do euro, diz BCE

Pacote fiscal EUA

A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, anunciou nesta quinta-feira (21) que os democratas estarão “prontos” para aprovar o pacote fiscal proposto pelo presidente Joe Biden na primeira semana de fevereiro.

De acordo com Pelosi, “Temos que fazer mais para combater a crise” causada pela pandemia do coronavírus (Covid-19).

O novo chefe da Casa Branca proporá ao Congresso um pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão, contudo, terá que negociar no Senado com parlamentares republicanos.

NYSE

A Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) recebeu pedidos de grandes empresas do setor de telecomunicações da China para a reversão das suspensões de suas listagens do mercado de ações estadunidense. Algumas das companhias são China Mobile, China Unicom e China Telecom.

As companhias querem voltar com suas American Depositary Receipts (ADRs) na NYSE após o então presidente Donald Trump suspender as listagens.

Em novembro do ano passado, o ex-mandatário assinou uma ordem que impede os agentes do mercado em investirem em uma lista de companhias chinesas listadas nos Estados Unidos. Tais companhias, segundo ele, apoiam serviços militares, de inteligência e segurança da China.

BCE

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, anunciou nesta quinta-feira (21) que a inflação da zona do euro deve aumentar nos próximos meses, à medida em que o impacto da pandemia do coronavírus (covid-19) diminui com apoio de políticas fiscais e monetárias acomodatícias.

Durante coletiva de imprensa, após decisão de política monetária do BCE, a mandatária informou também que para o curto prazo, o nível de preços ainda seguirá baixo em função da “fraca demanda nos setores de turismo”, além da pressão causada pela apreciação do euro.

De acordo com Lagarde: “Continuaremos monitorando a evolução da taxa de câmbio no que diz respeito às suas possíveis implicações para as perspectivas de inflação no médio prazo”.

Última cotação do dólar

Na última sessão, quarta-feira (20), o dólar encerrou o pregão em queda de 0,632%, cotado em R$ 5,3118.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião