C6 Bank cria seguro de R$ 1 para pagamento de empréstimo em caso de morte

C6 Bank cria seguro de R$ 1 para pagamento de empréstimo em caso de morte
O C6 Bank lançou, nesta terça-feira, o seu seguro prestamista, aproveitando o crescimento do produto no mercado.

O C6 Bank lançou, nesta terça-feira (26), o seu seguro prestamista. A modalidade é contratada junto a um empréstimo para garantir o pagamento da dívida em caso de morte ou invalidez total do cliente.

O novo produto marca a entrada do C6 Bank no mercado de seguros com itens próprios, criado em conjunto com seguradoras e resseguradoras. A proposta da fintech é um seguro de baixo custo, que pode ser menor do que R$ 1, dependendo do perfil do cliente. A contratação é feita pelo aplicativo.

“Dois elementos ajudam a explicar o baixo custo do produto. O primeiro é o custo de operação realizada pelo C6 e o segundo, disruptivo e inédito, é o envolvimento do resseguro, agregando tanto a sua gestão do capital quanto a tecnologia no desenvolvimento de produtos, o que também foi fundamental para compor o preço e a experiência do cliente”, disse Fabio Basilone, head de Seguros do C6 Bank e CEO da Som.us.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Em muitos casos, o seguro prestamista pode fazer com que a taxa de juros do empréstimo se torne menor do que se sem o produto, uma vez que morte e invalidez são elementos que aumentam o risco de crédito. Segundo o C6, a compra do serviço é opcional e todos os contratos aparecem na hora da solicitação.

Ebook Gratuito
Baixe agora nosso
Guia de Investimentos para 2021
Confira gratuitamente quais são nossas perspectivas para o ano.

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

C6 Bank aproveita crescimento do seguro prestamista

Junto ao seguro viagem, funeral e educacional, o seguro prestamista é um dos que mais cresce no mercado. De acordo com informações da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), a adesão ao seguro cresceu 33,15% em 2020 em comparação ao mesmo mês do ano anterior, só ficando atrás do funeral e educacional.

A modalidade de prestamista possui uma fatia de 36% do mercado dos chamados Seguros de Pessoas, o qual é liderado pelo seguro de vida, que respondia por uma participação de 43% em setembro.

Segundo o comunicado do C6 Bank, a ideia com o produto é investir no relacionamento com os clientes e adentrar ao mercado de seguros no Brasil, baseando-se “na transformação digital e realinhamento de partes da cadeia de valores”.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião