BDRs: BTG inclui Mastercard (MSCD34) e reduz peso de JP Morgan (JPMC34) na carteira de janeiro; veja outras mudanças

O BTG Pactual atualizou sua carteira recomendada de ações internacionais (BDRs) para o mês de janeiro, retirando a Costco (COWC34), após a forte performance em dezembro (+12,2%), e incluindo Ternium (TXSA34), Mastercard (MSCD34) e Simon Property (SIMN34). Além disso, houve também rebalanceamento de alguns ativos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Segundo o BTG, a Ternium é uma referência na indústria siderúrgica global por seus sólidos resultados operacionais e níveis de lucratividade. “Apesar da contínua tendência de queda nos lucros esperados para o 4T23, continuamos enxergando valor na tese, o que deve suportar o desempenho das ações no médio/longo prazo“, afirmam os analistas.

Em relação a Mastercard, o banco aponta que a empresa possui um balanço sólido, com alto índice de rentabilidade sobre o patrimônio líquido (ROE de 175% em 2024, de acordo com o consenso), excelente margem líquida (47% projetado para 2024) e com um modelo de negócios defensivo mesmo diante de pressões inflacionárias. 

Já a Simon Property, diz o BTG, possui um balanço robusto, um valuation atraente (11x Preço/FFO), e negocia com um FFO yield de 8,5%, justificando a visão positiva.

Devido à entrada desses ativos, os analistas reduziram em 3% a exposição no J.P Morgan (JPMC34) e na Apple (AAPL34).

Em dezembro, a carteira recomendada de ações internacionais do BTG teve uma alta de 4,5%, performando acima do BDRX (+2,8%), em 1,7%. Desde o início, em julho de 2021, a carteira recomendada apresentou um retorno de 6.2 p.p. acima do BDRX.

Veja a carteira recomendada de BDRs do BTG

  • Microsoft (MSFT34): 12%
  • Apple (AAPL34): 7%
  • Nvidia (NVDC34):7%
  • JPMorgan (JPMC34): 7%
  • Mastercard (MSCD34):3%
  • Caterpillar (CATP34): 5%
  • United Rentals (U1RI34): 5%
  • Alphabet (GOGL34):12%
  • Meta Platforms (M1TA34): 6%
  • Tesla (TSLA34):3%
  • Amazon (AMZO34): 7%
  • Alibaba (BABA34): 5%
  • Ternium (TXSA34): 3%
  • Exxon Mobil (EXXO34):7%
  • Rio Tinto (RIOT34): 5%
  • Eli Lilly (LILY34):3%
  • Simon Property (SIMN34): 3%

BTG aumenta peso de Petrobras (PETR4) na carteira de dividendos

Em novo relatório sobre sua carteira de dividendos para janeiro, os analistas do BTG Pactual retiraram a SLC Agrícola (SLCE3) e Auren (AURE3) do portfólio recomendado. No entanto, não foi incluída nenhuma nova ação, mas o peso da Petrobras (PETR4) e CPFL (CPFE3) foi elevado na carteira.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Veja a carteira de dividendos do BTG

  • Itaú Unibanco (ITUB4): 5%
  • Vibra Energia (VBBR3):10%
  • Copel (CPLE6): 10%
  • Vale (VALE3):15%
  • Eletrobras (ELET3): 10%
  • BB Seguridade (BBSE3): 5%
  • Cielo (CIEL3):5%
  • Petrobras (PETR4): 15%
  • JBS (JBSS3):5%
  • CPFL (CPFE3): 10%
  • Banco do Brasil (BBAS3): 10%

Assim como a carteira de BDRs do BTG, evolução da carteira de dividendos do BTG superou seu benchmark, crescendo 54,5%, enquanto o IDIV mostrou uma rentabilidade de 48,2% na mesma janela.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Vinícius Alves

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno