BB Investimentos vê Ibovespa a 130 mil e inclui Petrobras (PETR4) em ‘Carteira 5+’

BB Investimentos vê Ibovespa a 130 mil e inclui Petrobras (PETR4) em ‘Carteira 5+’
O BB Investimentos adicionou a Petrobras à "Carteira 5+" de dezembro

O BB Investimentos divulgou nesta terça-feira (1) sua carteira recomendada mensal baseada em análise gráfica, a “Carteira 5+”, com cinco novas ações: Banco ABC Brasil (ABCB4); BRF (BRFS3); Cyrela Brazil Realty (CYRE3); International Meal Company (MEAL3) e Petrobras (PETR4).

As ações entraram no lugar de Arezzo (ARZZ3); Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3); Duratex (DTEX3); Locaweb (LWSA3) e Magazine Luiza (MGLU3), que integravam a carteira anterior do BB Investimentos.

A Carteira 5+ registrou uma variação positiva de 3,63% em novembro ante 15,90% do Ibovespa, um diferencial de -12,27 p.p. em relação ao índice de referência.

Após um rali no mês passado, o BB Investimentos passou a projetar uma nova pontuação-alvo para o Ibovespa em 2021, 130 mil pontos. O cenário implicaria em uma potencial de valorização de 19,4% em relação do fechamento do índice em novembro.

BB Investimentos tem cinco nas ações em carteira mensal

Para o Banco ABC Brasil, o BB Investimentos entendeu que o ativo superou, ainda em outubro, o padrão de baixa configurado desde o início da crise de covid-19, efetivando sua confirmação em novembro.

Já a companhia de alimentos BRF se inicia em um primeiro movimento de superação das instabilidades sofridas pelo papel, avaliou a instituição financeira, em referência particularmente aos meses de entre junho e outubro. A ação caminha, desse modo, para uma “recuperação do quadro negativo configurado na crise da covid-19.”

A análise para Cyrela, por sua vez, é de que, embora o ativo ainda esteja limitado por uma forte resistência, o papel vem acumulando força “altista”, com apoio no balanceamento de volumes.

Sobre, a International Meal Company (IMC), dona do Frango Assado, Viena, Brunella, Olive Garden, a Pizza Hut e o KFC no Brasil, se mostra em recuperação, em um movimento de retomada da tendência primária de alta.

Da mesma forma, o BB Investimentos avaliou que a Petrobras se coloca com uma ação em recuperação, que está retomando a tendência primária de alta.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião