AGENDA

Aliansce Sonae (ALSO3) aprova 4ª emissão de debêntures simples

Aliansce Sonae (ALSO3) aprova 4ª emissão de debêntures simples
Aliansce Sonae (Foto: Reprodução)

A Aliansce Sonae Shopping Centers (ALSO3) aprovou nesta quarta-feira (2) a quarta emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografárias, em série única, para colocação privada.

De acordo com o fato relevante divulgado pela Aliansce Sonae e arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), será observado o montante mínimo de 400 mil debêntures, correspondente a de R$ 400 milhões, com a possibilidade de aumento em até 20%.

Além disso, as debêntures terão prazo de vencimento de aproximadamente 2.564 dias, contados a partir da data da emissão.

 Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O valor nominal unitário das debêntures será atualizado monetariamente mensalmente, de forma exponencial por dias úteis, desde a primeira data de integralização das Debêntures, até a data do cálculo, pela variação acumulada do IPCA.

“As Debêntures farão jus ao pagamento de juros remuneratórios correspondentes a um determinado percentual ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) Dias Úteis, a ser definido 1 (um) Dia Útil imediatamente anterior à data de realização do procedimento de coleta de intenções de investimentos”, explica a companhia.

Ademais, as debêntures servirão de lastro para a 347ª série da 1ª emissão de certificados de recebíveis imobiliários (CRI) da RB Sec Companhia de securitização.

Veja também:

Lucro líquido da Aliansce Sonae recua 59,7% no 1T21

A Aliansce Sonae Shopping Centers  anotou um lucro líquido de R$ 41,877 milhões no primeiro trimestre do ano, uma queda de 59,7% na comparação ano a ano.

A receita líquida da companhia somou R$ 191,257 milhões entre janeiro e março desse ano, contra R$ 220,363 milhões apurados no primeiro trimestre de 2020.

Em seu balanço, a companhia explicou que “durante o 1T21, o Brasil enfrentou um novo agravamento da crise de Covid-19 e, consequentemente, o portfólio Aliansce Sonae passou por uma nova onda de fechamentos e restrições operacionais. Com isso, os shoppings funcionaram, em média, por 74% do horário regular, impactando o movimento de retomada que foi observado nos dois últimos trimestres de 2020″.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião