Acesso Rápido

    Renda ativa: o que é e qual a diferença para a passiva?

    Renda ativa: o que é e qual a diferença para a passiva?

    Através da educação financeira, um individuo gerador de renda ativa pode passar a gerar, também, uma renda passiva. `

    Assim, é fundamental compreender do que se trata a renda ativa e quais as diferenças em relação a renda passiva.

    O que é renda ativa?

    A renda ativa é o recurso financeiro gerado a partir de uma atividade que demande a utilização de tempo e/ou esforço.

    Portanto, existem diferentes formas de como gerar renda ativa, por exemplo:

    • Trabalhos;
    • Estágios;
    • Prestação de serviço;
    • Vendas;
    • Entre várias outras formas.

    O que todos esses meios tem em comum? A renda gerada é diretamente proporcional ao tempo e esforço empregado nas atividades.

    Afinal, para gerar renda ativa, é imprescindível realizar algum trabalho, o que é a principal característica da renda ativa.

    Normalmente, a primeira forma de renda das pessoas comuns é justamente a renda ativa, derivada dos seus primeiros esforços profissionais.

    Após um tempo, com o uso da educação financeira, o individuo pode ir aos poucos transformando parte da sua renda ativa em renda passiva.

    Uma ótima forma de transforma parte da renda ativa em renda passiva é organizando a vida financeira. Quer ter suas finanças e planejamentos financeiros para o futuro bem organizados? Então baixe a Planilha Vida Financeira, elaborada pela Suno Research.

    Diferença entre renda passiva e ativa

    A renda ativa é aquela gerada a partir de alguma atividade que demande esforço e tempo

    É justamente na principal característica que a renda passiva difere.

    A renda passiva é aquela que é gerada sem o emprego de muito tempo e esforço por parte do individuo.

    A primeira vista, isso pode parecer estranho ou até fantasioso, até porque dinheiro não costuma surgir do nada.

    Mas, a renda passiva é a renda gerada a partir de ativos financeiro, como investimentos, poupanças, aluguéis, entre vários outros ativos geradores de renda e valor.

    No entanto, para uma vida financeira saudável, é fundamental que o individuo busque gerar renda passiva e ativa simultaneamente. Até certo ponto, claro, quando o individuo não estiver mais apto a trabalhar e demande a aposentadoria.

    Renda passiva como estratégia de aposentadoria

    Um grande ensinamento para vida é: transforme parte da renda ativa em renda passiva para ter tranquilidade financeira no futuro.

    Para isso, é necessário apenas adquirir ao longo da vida ativos geradores de renda, que serão justamente a fonte da renda passiva.

    Existem diversos tipos de ativos que podem ser adquiridos, que idealmente devem ser diversificados em relação ao risco e estilo de aplicação.

    Entre os ativos geradores de renda que o individuo pode adquirir para transforar sua renda ativa em passiva, estão:

    • Ativos de renda fixa;
    • Ações;
    • Fundos de investimento;
    • Imóveis.

    Com esses tipos de propriedades geradoras de capital, o individuo pode, ao longo do tempo, ampliar a sua geração de renda, somando aquela gerada a partir do trabalho (ativa) a aquela advinda dos resultados das aplicações financeiras e ativos (passiva).

    Esse artigo te ajudou a entender mais a fundo o que é a renda ativa? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *