Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Eneva (ENEV3) publica auditoria de suas reservas de gás natural

    Radar do Mercado: Eneva (ENEV3) publica auditoria de suas reservas de gás natural

    A companhia, por meio de fato relevante, comunicou os resultados do relatório executivo de auditoria das reservas de gás natural dos campos nos quais têm participação – bacias do Parnaíba e do Amazonas – referentes a 31/12/2020.

    O relatório foi elaborado pela consultoria independente Gaffney, Cline & Associates (GCA).

    Segundo o fato relevante, as reservas de gás da empresa na Bacia do Parnaíba, onde estão localizados seus principais ativos, fecharam o ano passado com 25,976 bilhões de metros cúbicos (bm³), ao passo que, em 2019, aproximadamente 24,072 bilhões de metros cúbicos (bm³) haviam sido registrados.

    Além disso, de acordo com o documento divulgado, a variação nessa bacia ocorreu principalmente devido à conclusão da perfuração de poços localizados em Gavião Tesoura e Gavião Preto.

    As reservas na Bacia do Amazonas, por sua vez, cresceram para 5,851 bilhões de metros cúbicos (bm³), ante cerca de 3,612 bilhões de metros cúbicos (bm³) registrados um ano antes.

    O crescimento ocorreu em função principalmente do resultado da perfuração de três poços produtores do campo de Azulão, que resultou num incremento de 60% da reserva do ativo.

    “Deve ser ressaltado que, a ratificação da boa performance dos campos em produção e as novas informações adquiridas e processadas durante 2020, mais uma vez reduziram a incerteza em relação às reservas 1P e 3P”, afirmou a empresa.

    Em 2020, o Índice de Reposição de Reservas (IRR) na Bacia do Parnaíba foi de 241%; a relação entre o volume de reservas e o volume produzido (R/P) foi de 18,6 anos.

    A Eneva é uma empresa integrada de energia, com negócios complementares em geração de energia elétrica, exploração e produção de hidrocarbonetos no Brasil.

    A companhia tem um parque de geração térmica de 2,2 GW (gigawatt), que representa 9% da capacidade de geração térmica do país. A capacidade total instalada da Eneva atingirá cerca de 2,8 GW até 2024, com a entrada em operação de três novas usinas.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *