Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia desativação de unidades físicas

    Radar do Mercado: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia desativação de unidades físicas

    O Banco do Brasil (BBAS3) apresentou, por meio de fato relevante, um conjunto de medidas para o redimensionamento de sua estrutura organizacional. Segundo o documento, entre outras ações tomadas, uma delas se refere à desativação de 361 unidades físicas do banco.

    A companhia afirmou que serão desativadas 112 agências bancárias, sete escritórios e 242 pontos de atendimento, totalizando 361 unidades. Além disso, 243 agências serão convertidas em postos de atendimento, ao passo que oito postos de atendimento se tornarão agências.

    Segundo a direção do banco, as mudanças proporcionarão “ganhos de eficiência e otimização” em todo o país.

    Outra medida prevista é a transformação de 145 unidades de negócios em lojas do banco, sem a oferta de guichês de caixa, com maior vocação para assessoria e relacionamento com os clientes. A relocalização compartilhada de 85 unidades de negócio também será realizada.

    E-book: Investindo para Aposentadoria

    Construa a sua aposentadoria! Aprenda como gerar renda passiva para garantir o seu futuro investindo nos melhores ativos do mercado.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Além disso, o banco anunciou a criação de 28 unidades de negócios, sendo 14 agências especializadas em agronegócio e 14 escritórios Leve Digital, especializados em clientes com maturidade no mundo digital. Espaços existentes serão utilizados, portanto a contratação ou a locação de novos imóveis não é necessária.

    De acordo com a direção da companhia, a economia líquida anual estimada com despesas administrativas geradas pelas ações mencionadas gira em torno de R$ 353 milhões em 2021 – e R$ 2,7 bilhões até 2025.

    O banco pretende expandir sua capacidade de assessoramento gerenciado aos clientes, “ampliando o relacionamento e os negócios e potencializando a satisfação e fidelização”.

    “A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais”, de acordo com o fato relevante divulgado.

    Por fim, o Banco do Brasil anunciou a aprovação de duas modalidades de desligamento incentivado voluntário, esperando que aproximadamente cinco mil funcionários venham a aderir aos programas.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Jakson Kleber 12 de janeiro de 2021

      Bom dia. Por favor, sabem se tem alguma agência ou escritório da BBPO11? Sabem se haverá impacto no neste FII?

      Responder
      • Suno Research 13 de janeiro de 2021

        Olá, Jakson! Tudo bem?
        Sim, existem algumas agências. Comentamos sobre esse caso no Radar FIIs #178, no ano passado.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder