Acesso Rápido

    Core Business: como identificar e analisar a atividade principal de um negócio?

    Core Business: como identificar e analisar a atividade principal de um negócio?
    core-business

    A gestão eficiente de uma empresa necessita de estratégias que orientem suas atividades no mercado, aumentando os seus recursos e a lucratividade. Um dos fatores que embasam essa orientação é o Core Business da empresa.

    Core Business em português significa algo como “Negócio Central”. Seria a atividade principal de um negócio, sob a qual toda a empresa se sustenta.

    O que é Core Business?

    Core Business é o negócio central de uma empresa. Mais especificamente, a atividade principal dela, seu ponto-chave, ou seja, núcleo que serve de base para toda a instituição.

    Assim, o Core Business de uma empresa de tecnologia pode ser, por exemplo, produzir aplicativos para smartphones. O core business de um banco é emprestar dinheiro, enquanto construtoras constroem edificações.

    Entretanto, uma vez tendo o negócio principal da empresa, é necessário planejamento estratégico baseado nele. Isso vai permitir que a organização cresça, sem que deixe de lado suas “raízes”, ou seja, a atividade primária que a fez surgir.

    A importância do Core Business é que dele dependem as competências-chave e todas as estratégias de gestão e expansão organizacional.

    Como identificar o Core Business de uma empresa?

    core business

    A importância do Core Business é que ele representa, simplificadamente, o que uma empresa é.

    Logo, para um investidor encontrar a atividade principal de sua empresa, o segredo é procurar informações e organizá-las. O ponto-chave é o que originou o negócio, ou seja, sua razão de ser.

    Definir a atividade primária é o primeiro passo para entender o planejamento estratégico do seu Core Business. Tal estratégia envolve algumas questões:

    1. Quais são os clientes com maior potencial de lucro?
    2. Que habilidades estratégicas a empresa?
    3. Que inovações a empresa apresenta?
    4. Quais canais de venda são utilizados?
    5. Há ativos que possam ser aproveitados de forma estratégica?

    A empresa deve se desenvolver alinhada com o negócio principal. Para isso, deve-se centralizar a diversificação ao redor do Core Business, adicionando valor à organização.

    Por exemplo, o Google tem vários negócios, mas todos estão integrados de forma eficiente, atraindo usuários para o Business Core. O foco é nas estratégias que vêm da atividade básica.

    Algumas dicas para uma empresa crescer sem deixar de lado sua essência estratégica:

    • Conquistar clientes com perfis repetidos através da diversificação, elevando a proposta de valor;
    • Verificar o momento certo de expandir produtos e serviços. Deve haver estabilidade em termos de finanças, e a atividade principal é que financia as inovações;
    • Selecionar parceiros eficientes. Eles devem, além de executar tarefas cotidianas, terem capacidade para inovar com estratégia.

    A relação entre Core Competence e Core Business?

    Core Competence é um conceito atrelado a Core Business, e, em português, significa algo como “Competência Central”. Portanto, significa as principais competências de uma organização.

    Resumidamente, o Core Competence responde à pergunta: “o que nossa empresa faz de melhor?”

    Portanto, os conceitos de Core Business e Core Competence são diferentes: o primeiro define a atividade primária da empresa; o segundo, por outro lado, mostra a eficiência da empresa diante da concorrência.

    Entretanto, Core Business e Core Competence estão relacionados profundamente um com o outro.

    As competências devem proporcionar acesso a mercados variados, contribuição para produtos finais e diferenciação diante dos concorrentes.

    Desta forma, uma Core Competence pode ser uma inovação tecnológica que adicione valor para os clientes e diferencie o negócio frente à concorrência.

    Identificar o valor do Core Business de uma empresa é essencial para quem quer investir. Nesse sentido, conte com a ajuda da Suno: confira o nosso minicurso gratuito sobre Valuation e Precificação de Ativos e entenda como avaliar melhor a qualidade de um negócio.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *