XP recomenda compra de Direcional (DIRR3), Cury (CURY3) e Plano&Plano (PLPL3)

XP recomenda compra de Direcional (DIRR3), Cury (CURY3) e Plano&Plano (PLPL3)
Construção civil. Foto: Pixabay.

Em uma reanálise do setor de construção civil, a XP iniciou a cobertura de três novas empresas: Direcional (DIRR3), Cury (CURY3) e Plano&Plano (PLPL3). Todas as indicações são de compra.

As recomendações da corretora tem como base a demanda resiliente, que deve continuar alimentando o plano de crescimento das empresas. O preço-alvo da XP para a Direcional é de R$ 20,50; Cury, de R$ 15; e Plano&Plano, de R$ 10.

Apesar de espaço limitado de crescimento do programa habitacional Casa Verde e Amarela, acreditamos que as companhias de grande porte e as mais líquidas (aquelas citadas nesse relatório, por exemplo) estão bem posicionadas para continuar expandindo suas operações”, afiram os analista da XP.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A incorporadoras, inclusive, possuem diferentes estratégias para crescerem além do programa Casa Verde e Amarela, que substituiu o Minha Casa, Minha Vida. O case de sucesso das empresas passa pela exploração de novas avenidas de crescimento, segundo a corretora.

“Na nossa visão, as operações na média renda devem continuar ganhando tração para a Direcional (por meio da subsidiária Riva) e MRV (MRVE3), enquanto esperamos que a Cury e a Plano&Plano comecem a explorar esse segmento neste ano”, diz o relatório.

Além disso, uma das vertentes das recomendações é o déficit habitacional crescente no Brasil, de aproximadamente 7,8 milhões de moradias — sendo que a grande parte está concentrada em famílias de baixa renda.

As oportunidades de suprir esse déficit estão nas regiões mais populosas: Sudeste e Nordeste, que concentram 68% desse problema. A Casa Verde e Amarela tem trazido incentivos para empreendimentos nas regiões Norte e Nordeste, com juros imobiliários mais baixos, enquanto o Sudeste possui o maior mercado imobiliário do Brasil.

Cury é a preferida da XP no segmento popular

No segmento popular, principal alvo dos estudos da XP, a empresa preferida é a Cury, pelas seguintes razões:

  • Sólida execução e executivos competentes;
  • Baixa alavancagem;
  • Alta rentabilidade, com ROE previsto para 2022 de 59%;
  • Valuation atrativo, pois negocia a 7,4 vezes o lucro projetado para 2022.

O segmento de baixa renda deve observar um contínuo ganho de mercado das líderes. O programa Casa Verde e Amarela é altamente fragmentado, com os principais participantes somando apenas 32% das unidades vendidas em 2020.

A XP também ajustou a recomendação de Tenda (TEND3) e MRV. Para a primeira, a recomendação é de compra, com target de R$ 38, enquanto para a segunda a indicação é neutra, com preço-alvo de R$ 23.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião