Wiz (WIZS3): operação da PF envolve corretora e seus ex diretores

Wiz (WIZS3): operação da PF envolve corretora e seus ex diretores
Wiz (WIZS3): PF deflagra operação de lavagem de dinheiro que envolve corretora

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (26), juntamente com o Ministério Publico Federal e a Receita, a Operação Descarte que envolve a corretora de seguros Wiz (WIZS3). Os auditores fiscais e os policiais realizam busca e apreensão em 13 alvos localizados em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com a PF, ex-diretores e o ex-CEO são suspeitos de lavagem de dinheiro em um esquema que envolve os ex-presidiários da Lava Jato, Alberto Youssef e Adir Assad. No período de 2014 a 2016 três diretores da Wiz teriam desviados valores que podem chegar a R$ 28,3 milhões.

Na operação foi determinado o sequestro de valores que superam a margem de R$ 27 milhões, assim como, um apartamento no Rio de Janeiro avaliado em R$ 5,5 milhões. Além disso, os três diretores estão suspeitos de atuarem em atividade de natureza econômica ou financeira.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A corretora divulgou um comunicado ao mercado nesta quinta-feira afirmando que desconhece os indícios de práticas ilegais apontadas pela PF.

“A Wiz esclarece que desconhece qualquer indício da prática dos ilícitos investigados e adotará as medidas necessárias para a apuração completa dos fatos alegados, bem como se colocará sempre à disposição das autoridades para colaborar com as investigações e prestar quaisquer esclarecimentos necessários para a devida apuração dos fatos”, informou o documento.

Após a notícia, as ações da corretora, por volta das 10h50, operavam em queda de 2,83%, negociadas a R$ 9,60.

Wiz tem lucro líquido de R$ 81 milhões no 3T20

A Wiz divulgou no início deste mês seus resultados no terceiro trimestre desse ano. A companhia reportou lucro líquido de R$ 81 milhões no período, mostrando um avanço de 30% em comparação ao mesmo período em 2019.

A receita líquida da Wiz ficou em R$ 247,8 milhões entre julho e setembro desse ano, crescendo 38,1% ante o terceiro trimestre de 2019. Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia cresceu 29,4% para R$ 132,8 milhões, na mesma comparação.

Segundo o comunicado, o crescimento do Ebitda foi influenciado “pelo expressivo aumento na Receita Bruta do período, sendo parcialmente compensado pela redução no resultado  na linha de ‘Outras Receitas/Despesas’, devido a baixas realizadas em ativos imobilizado e intangível relacionados a projetos descontinuados e infraestrutura de imóveis devolvidos pela companhia”.

Além disso, o aumento no lucro líquido da Wiz também decorre dos efeitos que influenciaram o Ebitda, “bem como do resultado de equivalência patrimonial reconhecido de nossa investida Inter Seguros, sendo parcialmente compensado por perdas de capital de investimentos em empresas controladas”.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião